O mais COMPLETO guia do metrô de Moscou

Valery Sharifulin/TASS
O metrô de Moscou é assunto de tantas notícias e reportagens que o Russia Beyond decidiu agora reunir todas essas informações em um artigo completo, com instruções detalhadas sobre como comprar passagem, conectar-se à rede Wi-Fi e, o mais importante, não se perder – além de contar algumas histórias malucas e dicas sobre como conquistar corações no mundo subterrâneo da capital.

Um dos maiores sistemas de transporte subterrâneo do mundo, o metrô de Moscou foi inaugurado em 1935 e continua em expansão. Hoje possui 269 estações. 

Desde 2016, o sistema passou a incluir também o Anel Central de Moscou (MTsK) – uma nova rede de transporte coletivo de superfície para reduzir a carga de passageiros nas estações de metrô mais movimentadas.

Trens de nova geração operam no MTsK, assim como em outras linhas do metrô: eles possuem sensores com canais de TV, tomadas para carregar dispositivos eletrônicos, e  vagões únicos– é possível caminhar por toda a extensão do trem. Veja como são:

Por este e outros projetos urbanos, Moscou recebeu o “Oscar do transporte”em Montreal em 2017. Foi a primeira vez que a cidade venceu o premio no Canadá – mas talvez não seja a última: em 2024, a Grande Linha Circular, um grandioso projeto de 69 km concebido na década de 1980, deverá ser concluído. Esta nova rota se tornará a maior linha circular de metrô do mundo.

Tem mais? De fato, algumas das áreas mais remotas da cidade já estão a uma curta distância da estação de metrô mais próxima. Planos futuros incluem ligar o metrô aos aeroportos da capital (por enquanto, só há trens expressos).

Como usar o metrô de Moscou

Na maioria dos casos, o metrô é a maneira mais rápida de ir de um ponto a outro em Moscou. No entanto, durante a hora do rush, milhões de passageiros contam com esse meio de transporte e, por isso, as estações centrais ficam parecendo um formigueiro. Confira nossos 9 passos para andar no metrô de Moscou como se fosse um local – veja dicas de como sobreviver a viagens lotadas e não virar vítima de um exército de vovós russas, além de descobrir o melhor trajeto para o seu destino.

Algumas estações têm nomes idênticos, existem duas estações e estações que não estão nem perto do destino que você esperaria (como a estação Aeroport, que não fica perto de aeroporto algum). Mas não se preocupe: até os moscovitas ficam confusos.

E a maioria dos problemas pode ser facilmente evitada:

9 passos para andar de metrô em Moscou como um local

6 manhas para usar o metrô de Moscou

Três dicas para evitar aborrecimentos no metrô de Moscou

O cartão Troika (uma espécie de bilhete único/integrado) é o mais usado pelos moscovitas e visitantes (300 rublos, ou US$ 5, são suficientes para se transportar alguns dias). Também é possível adquirir um microchip Troika em uma pulseira, chaveiro ou anel de dedo – ou comprar o bilhete com seu smartphone, usando os aplicativos Apple Pay ou Samsung Pay.

Outra grande vantagem do metrô de Moscou é o acesso gratuito a rede Wi-Fi em praticamente todos os vagões (porém não nas plataformas). A única coisa que você precisa saber é como se conectar – e para isso basta ler nosso passo-a-passo.

Quais estações explorar

O metrô de Moscou é considerado o mais bonito do mundo – 44 de suas estações estão incluídas na lista nacional de locais de patrimônio cultural. Para ver todos elas, seria preciso passar um dia inteiro no metrô – por isso, reduzimos a lista para 20.

Mas para quem estiver realmente entusiasmado, listamos com detalhes as melhores coisas para ver em cada uma das linhas do metrô: Linha CircularLinha VerdeLinha VermelhaLinha AzulLinha AmarelaLinha Verde-ClaraLinha Cinza.

Não é à toa que dizem parecer um palácio. Concorda? Faça o nosso quiz e teste seus conhecimentos – adivinhando se é o metrô de Moscou ou um palácio de verdade. 

Fatos e perguntas que você sempre quis fazer

Você sabe por que existem tantos barris pretos nas estações de metrô (ou outros objetos incomuns que fizeram você se questionar: “Para que serve isso?”)?

Ou por que o metrô de Moscou é tão rápido (os intervalos entre os trens são de apenas 90 segundos)? Ou o que acontece no metrô à noite (certamente, algo deve rolar)?

O Russia Beyond fez uma investigação completa sobre estas dúvidas e outras.

Também já publicamos em quais estações do metrô é possível sobreviver a uma guerra nuclear, 5 diferenças entre os metrôs de Moscou e São Petersburgo, e como os cães detectam explosivos no metrô.

Mas é claro que o guia não estaria completo sem um pouco de humor:

20 esquisitões clicados no metrô de Moscou

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies