Onde e como usar Wi-Fi gratuito em Moscou

Capital russa oferece acesso gratuito à internet em diversos pontos, inclusive em locais pouco prováveis​. Aqui está tudo o que você precisa saber sobre como se conectar à web em Moscou.

O sistema de transporte público de Moscou colhe, há um bom tempo, os frutos da revolução Wi-Fi, com internet gratuita disponível em ônibus, bondes, trólebus, metrô e outros trens com destino à periferia e cidades próximas.

Para usar esses serviços, é preciso antes fazer login e confirmar sua identidade, conforme exigido pela legislação russa para todos os pontos públicos de Wi-Fi. No entanto, o processo é simples, e cada usuário deve fazer o registro uma única vez.

Procedimento de identificação

Assim que acessar a rede MT_FREE no sistema de transporte de Moscou, você será automaticamente redirecionado para o site wi-fi.ru.

Digite o código de telefone do seu país e o número do seu celular.

Um código de quatro dígitos será enviado via SMS para o seu número. Após o processo de identificação, abra o navegador e aperte o botão CONNECT.

Pronto, você já estará conectado(a)! A única coisa necessária para usar o serviço é um número válido de telefone – e que não precisa ser russo.

Parques e ruas de Moscou

Acessar uma rede gratuita Wi-Fi é o desejo de muitos turistas – e em Moscou não faltam oportunidades.  Dentro dos limites do Terceiro Anel Viário, existem mais de mil pontos com acesso à rede nas ruas e até mesmo em duas pontes: Bolshoi Kamennyi e Bolshoi Moskvoretsky. Então, se você estiver no centro de Moscou, poderá encontrar internet gratuita praticamente em todos os lugares.

Há também um mapa interativo (clique aqui) que mostra as áreas na capital russa onde há acesso gratuito à rede, marcadas com um sinal vermelho.

Cafés e restaurantes

A maioria dos estabelecimentos comerciais de Moscou oferece internet gratuita. Às vezes, é preciso de senha, mas, para isso, basta perguntar ao garçom ou garçonete. 

As redes gratuitas são seguras?

Milhões de moscovitas se conectam diariamente à rede Wi-Fi pública, e os provedores garantem que seus dados são protegidos e criptografados. No entanto, hackers oportunistas podem roubar seus dados configurando redes falsas como pontos públicos.

Para evitar que isso aconteça, os especialistas em segurança cibernética sugerem evitar redes suspeitas (sempre olhe para o nome antes de se conectar), além de usar serviços VPN (eles não são proibidos na Rússia) e, se possível, internet 3G/4G.

Outra dica importante é: nunca compre chips para celular de vendedores não oficiais. Esses chips devem ser registrados junto com seu passaporte nas operadoras – como Beeline, MTS, MegaFon e Tele2 – que costumam oferecer pacotes bem em conta.

Achou útil? Então confira também 9 passos para andar no metrô de Moscou como se fosse um local.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies