Com destino a Roma Antiga a bordo do metrô de Moscou

Todas as estações da linha Lyublinsko-Dmitrovskaya foram inauguradas somente após a queda da União Soviética. Mas a falta de ornamentação tradicional abriu caminho para novos tipos de arte e representação.

Maryina Roshcha (lê-se Márina Roscha)

Durante séculos, o distrito moscovita de Maryina Roshcha, onde a estação está localizada, pertenceu à nobre e influente família Sheremetiev. Por isso, não é surpresa alguma que a decoração seja dedicada a esses aristocratas. Nas paredes, pode-se ver imagens coloridas das posses dos Sheremetievs: propriedades, igrejas, florestas e rios.

Dostoyevskaya (lê-se Dostoiévskaia)

Essa estação de metrô é obrigatória para admiradores do escritor russo. Dedicada a Fiódor Dostoiévski, a estação fica situada não muito longe da casa onde o autor nasceu. Como é de se esperar, é decorada com imagens e motivos de quatro romances do escritor: “Crime e Castigo”, “O Idiota”, “Demônios”, e “Os Irmãos Karamazov”.

Trubnaya (lê-se Trúbnaia)

A Trubnaya é decorada com mosaicos de vitrais que retratam antigas cidades e vilarejos russos. Quando a estação foi aberta, os passageiros ficaram surpresos de não ver cruzes nas imagens das igrejas. Alguns entusiastas acrescentaram suas próprias cruzes de madeira e metal às imagens, mas as autoridades não se opuseram.

Sretensky Bulvar (lê-se Srétenski Bulvár)

Nas colunas dentro dessa estação há imagens de pessoas e ruas de Moscou, assim como monumentos a escritores e poetas do país com frases em russo de suas obras.

Rimskaya (lê-se Rímskaia)

Dedicado a Roma Antiga, a estação de metro Rimskaya (“Romana”) foi decorada conjuntamente por designers e artistas russos e italianos. No final da plataforma encontra-se uma composição de várias colunas, entre as quais os bebês Rômulo e Remo estão engatinhando. Logo atrás, reside a única fonte do Metrô de Moscou.

Vários baixos-relevos podem ser observados acima das entradas para escadas rolantes e plataforma: a Madonna Litta, a Loba Capitolina e uma antiga máscara de mármore – uma cópia idêntica da encontrada na Basílica de Santa Maria em Cosmedin.

Krestyanskaya Zastava (lê-se Krestiánskaia Zastava)

A presença da Roma Antiga também pode ser sentida nessa estação de metrô – as imagens em suas paredes foram feitas no estilo de mosaico romano. O principal tema da Krestyanskaya Zastava (“Posto avançado camponês”) não é, porém, dedicado à cidade italiana, mas ao trabalho camponês, com tranças e ancinhos nos mosaicos.

Saiba aqui quais são as principais diferenças entre os metrô de Moscou e São Petersburgo.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies