Vagões de metrô de Moscou em que você precisa(va) viajar

Shakespeare, tigre e Olimpíadas de Inverno são temas que já decoraram trens

Os trens da capital russa podem parecer iguais, mas se você tiver sorte pode pegar um vagão especial, dedicado a algum aspecto da história ou cultura da Rússia. Há muitos desses trens operando no sistema de metrô de Moscou, cada um com suas próprias decorações. Veja quantos você já conhece.

25 anos de luta pela vida

O trem é dedicado ao 25º aniversário do Ministério para Situações de Emergência da Rússia (Emercom) e foi inaugurado em 2015. A exposição dentro do vagão mostra fotos raras e fatos sobre a história do ministério. O vagão temático foi retirado de circulação em 2017.

Trem da Vitória

Este trem foi colocado em funcionamento em 2015 em comemoração ao aniversário da vitória dos Aliados contra a Alemanha nazista na Segunda Guerra Mundial. Dentro dos vagões estão fotografias, documentos e pôsteres da guerra. Em 2016, os símbolos do aniversário de 70 anos do fim da guerra foram retirados e o trem recebeu o nome de Trem da Vitória. Ele ainda circula na linha roxa do metrô de Moscou.

Expresso listrado

Em 2015, um trem dedicado ao tigre Amur foi colocado em operação. O interior do vagão foi decorado com fotos da fera e da natureza do extremo leste da Rússia. Em 2017, as listras colocadas no trem foram retiradas.

Soyuzmultfilm

Um trem especial foi lançado em 2016 em homenagem ao 80º aniversário do maior estúdio de animação da Rússia soviética, o Soyuzmultfilm. Personagens populares dos desenhos soviéticos, incluindo o lendário Tcheburachka, decoravam o exterior dos vagões. Dentro do trem, era possível ler curiosidades sobre os filmes de animação.

Paixões shakespearianas

O trem foi encomendado para celebrar o Ano Rússia-Reino Unido da Língua e Literatura e o 400º aniversário da morte de Shakespeare em 2016. Os passageiros podiam ler as obras do famoso autor britânico nas paredes dos vagões e ver fotos de pessoas usando roupas da época de Shakespeare. Um gato de raça britânica foi o primeiro passageiro do trem.

Lendo Moscou

Outro trem dedicado à literatura pode ser pego na linha laranja. Os vagões são decorados como bibliotecas, com enormes fotos de prateleiras. Também há imagens de manuscritos, trechos de livros e citações de autores clássicos. As paradas são anunciadas pela voz de Dmítri Glukhôvski, que escreveu o bestseller “Metro-2033”.

Sochi 2014

Lançado em 2014, este trem trouxe as Olimpíadas de Inverno de Sochi aos moscovitas. Os mascotes olímpicos apareciam dentro dos vagões: um urso polar, uma lebre da neve e um leopardo da neve. O trem foi retirado de circulação no mesmo ano.

870 anos de Moscou

O trem foi inaugurado em comemoração aos 870 anos da capital russa, completados em 2017. Retratos de grandes cientistas, poetas, atletas e outras personalidades ligadas a Moscou decoram as paredes. Cada retrato é acompanhado de citações e curiosidades sobre cada personalidade.

Trem espacial

Para marcar o 55º aniversário da viagem de Yuri Gagarin ao espaço, o “trem espacial” foi lançado em 2016 na linha roxa. Céu estrelado, naves e planetas decoram o exterior dos vagões. Dentro dos trens, é possível aprender sobre a história dos astronautas soviéticos e russos, satélites e estações espaciais. Quando as portas se fecham, os passageiros podem ouvir a voz de Gagarin dizendo a famosa frase “Poekhali!” (vamos lá!).

Rússia focada no futuro

Este é o mais novo entre os trens temáticos de Moscou e foi lançado em 7 de novembro na linha circular. A decoração dos vagões é dedicada a grandes feitos científicos na indústria, ecologia, tecnologia da informação, transporte e outras áreas. O trem foi batizado com o nome de uma exposição que aconteceu recentemente em Moscou.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies