Como comprar suvenires russos sem cair em ciladas

Ekaterina Kozhukhova
Procurando um presente autêntico, mas sem gastar os olhos da cara? Certifique-se de seguir essas dicas para evitar frustrações e inconvenientes durante sua viagem.

Hordas de turistas, preços superfaturados e vendedores desagradáveis ou inconvenientes ​​podem transformar o momento de comprar lembranças em um verdadeiro pesadelo. Para ajudá-lo nessa aventura, e evitar gastar horas buscando por algo autêntico em vão, o Russia Beyond decidiu explorar os mercados de Moscou. Aqui estão as principais dicas para encontrar o suvenir perfeito a um bom preço. 

1. Evite comprar no centro

Isso pode parecer óbvio, mas é algo importante a lembrar. Quanto mais perto você estiver do centro turístico da cidade (seja em Moscou ou São Petersburgo), mais caros serão os suvenires. Os próprios vendedores assumem que o lugar para comprar presentes mais em conta na Rússia é no mercado Izmaylovsky, não muito longe da estação de metrô Partizanskaya, em Moscou.

Embora os preços ali sejam mais baratos em geral, eles ficam ainda mais baixos às quartas-feiras – este é o dia de atacado para vendedores, os valores caem duas ou três vezes. No entanto, há uma desvantagem: o mercado também funciona por menos tempo às quartas, portanto, chegue entre 10 e 11 da manhã para ter tempo suficiente.

2. Fique de olho na qualidade

Suvenires autenticamente russos são fabricados com materiais de alta qualidade e grande maestria. Mas isso não se aplica a diversos dos itens encontrados nos mercados e lojas. Muito se fala que alguns vendedores trabalham com fabricantes chineses, então, é melhor dar uma boa olhada na qualidade do produto que você está interessado em comprar – as imitações produzidas na China são de qualidade muito inferior àquelas produzidas por empresas nacionais.

3. Verifique embalagem e etiqueta

Mesmo que a qualidade pareça boa, sempre verifique a embalagem do suvenir. Alguns produtos famosos, como xales de Pavlovski Possad ou Oremburgo, possuem etiqueta e são geralmente vendidos em embalagens de fábrica que incluem informações detalhadas sobre a composição e o local de origem do item. Embora esses xales sejam mais vendidos por revendedores oficiais, também é possível encontrar imitações de baixa qualidade feitas nos arredores de Moscou – estes vêm sem embalagem e não incluem informações detalhadas na etiqueta.

Para os vendedores ambulantes, é bastante fácil enganar turistas. Mas sempre verifique as etiquetas, ou, ainda melhor, procure revendedores oficiais on-line para ter certeza de que está comprando um suvenir autêntico e de boa qualidade. 

4. Não se iluda com preços baixos

Falsificações e cópias geralmente custam bem menos do que um item genuíno. Por exemplo, um xale original de Oremburgo sai entre 1.300 e 4.200 rublos (R$ 73,50 e R$ 237) dependendo do tamanho; nas ruas, porém, você encontrará xales de má qualidade por uma fração desse preço. Outras lembranças icônicas, como bonecas matriochka e roupas e acessórios em estilo soviético, são copiadas com menos frequência, mas a mesma regra se aplica – quanto mais barato for o suvenir, mais duvidosa é a procedência. Uma boa forma de ficar esperto nisso é verificar o preço do produto em duas ou três lojas diferentes para ter uma noção melhor do preço real. 

5. Nem sempre confie em guias

Turistas acompanhados de guias costumam ir às lojas de suvenires que eles recomendam, mas, às vezes, essa é apenas mais uma maneira de enganar turistas. Alguns guias podem ter acordo com vendedores sem escrúpulos para receber comissão pelas vendas, ignorando lojas ou vendedores que vendem produtos de qualidade superior. Não fique paranoico, mas tenha isso em mente.

6. Não tenha medo de fazer perguntas

Quanto mais perguntas fizer, mais informações terá sobre o produto e sua história. Se um vendedor não parece preparado para dizer onde e por quem foi produzido, simplesmente não compre – esse pode ser um sinal de que o item não é verdadeiro. 

7. Negocie o tempo todo

Se o preço for muito alto para você, barganhe – especialmente em mercados como o Izmaylovsky. Os vendedores costumam baixar o preço dependendo da insistência.

Gostou desta matéria? Leia mais sobre o viagens pela Rússia em 7 erros típicos de viagens à Rússia (e como evitá-los)

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais