10 iguarias absolutamente necessárias à mesa de Ano Novo russa

Todos os anos, os russos celebram o Ano Novo em uma escala sem precedentes, passando dias, semanas e até meses preparando-se para o evento. Depois do feriado, o país inteiro tira alguns dias de folga.

Tangerinas

As mesas russas, cheias de pratos tradicionais do país, podem parecer muito estranhas aos olhos estrangeiros. Mas o jantar de Ano Novo perderia muito se não estivesse cheio de aromas, um misto de abetos e da mais amada sobremesa de Ano Novo dos russos: as tangerinas.

Salada “Olivier”

A conhecida salada russa "Olivier" é uma mistura de ovos cozidos picadinhos, carnes embutidas e pepinos em conserva e temperada com um molho à base de maionese. As saladas são parte integrante de qualquer ceia russa na véspera do maior feriado do país, o Ano Novo. Eles também costumam fazer a "Salada de beterraba" composta de chucrute, beterraba cozida cortada em cubinhos e feijão branco. Descubra aqui uma receita especial de “Olivier” do Russia Beyond!

Caviar vermelho ou negro

O caviar cinza ou beluga é a variedade mais requintada. O caviar é servido, geralmente, sobre pequenos pedaços de pão branco com manteiga. Se o caviar for servido sozinho, como um prato separado, a tigela onde estiver o caviar deve ser colocada sobre gelo picado.

O caviar na mesa de Ano Novo é um símbolo de fartura e traz aos russos a esperança de que o próximo ano seja de abundância. Para mais dicas para escolher seu caviar e garantir um 2019 abundante, clique aqui!

Arenque sob casaco de pele

Esta salada é feita em camadas, começando por uma de filés de arenque, seguida por verduras cozidas (entre elas, lógico, beterrabas) e maçãs verdes. Este é, provavelmente, o prato russo mais esquisito – e também o mais delicioso!

Reza a lenda que o prato surgiu em 1919, no auge dos debates revolucionários. Um chef de uma pequena estalagem e taverna pegou um arenque (que simbolizava o proletariado), acrescentou algumas batatas (para representar o campesinato), uma beterraba vermelha (a cor do sangue e da bandeira bolchevique) e molho provençal francês e, de maneira artística, colocou todos os ingredientes em um prato, que foi apresentado ao público na véspera de Ano Novo de 1919.

Aprenda a fazer esta iguaria imperdível aqui!

Pepinos em conserva

Os petiscos mais tradicionais para tomar com vodca são o chucrute e o pepino em conserva - chamado "marinôvanni", que leva vinagre, alho e ervas em sua preparação. Cultivados nas regiões de clima temperado da Rússia, os pepinos de lá têm um sabor muito mais delicioso do que os pepinos ou o repolhos cultivados no paraíso gastronômico do Mediterrâneo – e certamente as variedades em conserva não têm nada a ver com as brasileiras, excessivamente azedas. Aliás, os próprios russos não devem saber o quanto dominam nesta área!

Descubra aqui como prepará-los!

Cogumelos e legumes salgados

As verduras e cogumelos russos são tradicionalmente salgados com a ajuda da fermentação natural de ácido láctico, e são geralmente chamados de “kváshennie”, que significa “fermentado” ou “azedo”. Certamente, esta é uma especialidade importante da culinária russa.

Os pepinos salgados ("soliônie") são uma especialidade que se encontra somente na Rússia e Ucrânia. Assim como os "marinôvannie", estes levam alho e ervas, mas não têm vinagre, o que lhes confere um sabor ainda mais exclusivo.

Já o chucrute, que também se encaixa nesta categoria, você descobre como fazer aqui.

Vinagrete russo

Outra coisa russa que não tem nada a ver com a brasileira e leva o mesmo nome é a salada vinagrete – e aqui não é questão de gosto, a receita é completamente diferente da sul-americana. Ela é uma salada de beterraba bastante fácil de fazer – aprenda aqui! Naturalmente, ela leva o vinagre que lhe rende nome e também pode conter filés de arenque salgados com especiarias.

Kholodêts (geleia de carne)

São especialmente populares na Rússia os kholodêts feitos com geleia da cabeça de porco, de ossos de carne de vaca e de galo, porque seu caldo ganha uma magnífica cor âmbar e sabor especial. Rábano silvestre ralado ou mostarda também são servidos tradicionalmente com estes tipos diversos de geleia de carne. Descubra aqui como preparar o kholodêts!

Tortas

Para os russos, as tortas não são feitas apenas em ocasiões festivas, mas no cotidiano. Existem milhares de receitas diferentes, desde as mais comuns (torta de frango, carne ou peixe) até especialidades caseiras exclusivas. Estas receitas secretas são transmitidas de geração em geração.

Aprenda aqui a prepará-las!

Champanhe

À meia-noite, abra o champanhe enquanto os sinos tocam na Torre Spásskaia, no Kremlin, e toca o hino nacional russo nos canais de TV de todo o país. Os sinos tocam por um minuto sem parar, e durante este tempo você deve abrir a garrafa, colocar o champanhe, fazer um desejo e brindar com seus entes queridos exatamente quando o relógio bater meia-noite.

S nôvim gôdom! Feliz Ano Novo!

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies