De coquetéis a sopa, comidas ao redor do mundo que são chamadas de ‘russas’

Comece o dia com crepes russos e curta o por do sol com uma caneca de cerveja escura imperial.

Entradas deliciosas, sopas consistentes, sobremesas de dar água na boca e coquetéis cheios de classe: todos são conhecidos como “russos”, mas alguns nunca serão encontrados no país que lhes rende o nome.

1. Russian Imperial Stout

No século 17, a Grã-Bretanha era o principal fornecedor de cerveja mundial. A corte imperial russa preferia cervejas escuras, mas entregar o produto ali era bastante difícil: a bebida não viajava bem em navios que balançavam a valer com as ondas.

Assim, para aumentar a vida útil da “stout”, os cervejeiros britânicos, aumentaram sua densidade e porcentagem alcóolica e a intitularam "Russian Imperial Stout."

Reza a lenda que Catarina, a Grande (1729-1796), era fã de cerveja e foi a primeira imperatriz a apreciar a nova bebida.

Enquanto isso, na Rússia atual, é improvável que você encontre esta cerveja. Hoje, ela é produzida principalmente no Reino Unido e nos Estados Unidos. A “stout” escura e grossa tem de 7% a 11% de teor alcóolico, sabor aveludado e um toque de frutas secas.

2. Black Russian

O “Black Russian” é um clássico coquetel criado em 1949 pelo barman belga Gustave Tops. Ele leva cinco partes de vodca e duas de licor de café, e é servido em um copo à moda antiga com gelo. O "White Russian" foi inventado nos anos 1960, nos EUA, e inclui nata.

3. Café russo

Em alguns lugares no exterior é possível encontrar uma bebida a base de café muito interessante. Ela é chamada de "café russo", embora não seja muito popular no país.

É um café gelado e doce, que leva vodca e nata. Aliás, é revigorante e ajudar a curar a ressaca (mas não beba mais de uma xícara).

4. Salada russa

Você consegue imaginar a mesa de Ano Novo russo sem a salada Olivier, que é conhecida no exterior apenas como “salada russa”? A famosa entrada é uma mistura de ovos cozidos, salsichas, pepinos marinados e maionese.

E é tão popular no país que o prato se tornou o equivalente russo do “índice Big Mac”, que mede o custo da comida a cada ano. Descubra aqui como prepará-la.

  1. Ovos russos

Sempre é possível ver (e provar, claro) ovos cozidos recheados na mesa festiva russa. Na Alemanha e no Reino Unido, eles são chamados de ovos russos.

Mas o que há dentro deles? Tradicionalmente, maionese e especiarias. Mas você também pode fazer ovos com “forshmak” e caviar vermelho - experimente servir em uma festa!

6. Sopa de peixe russa

A sopa de peixe tradicional russa é um dos pratos mais antigos do país. Mas ela não tem uma receita para se seguir a risca - depende do sabor que se deseja alcançar.

Salmão salgado ou fresco, truta, bacalhau e esturjão caem todos muito bem – assim como peixes-pedra e lota.

O prato é popular durante os meses de verão, quando muitos russos gostam de pescar. Se você está confiante quanto a suas habilidades culinárias, experimente esta receita de “ukhá”. Fã de creme de leite? Então faça esta receita de ukhá da Carélia.

7. Confeito russo

Uma sobremesa parecida com as balas toffee chamada “kinuski” é famosa na Finlândia como “confeito russo”. A palavra “kinuski” é originária da russa “tianushki” (que significa “toffee”).

Ela parece um caramelo de doce de leite e é usada como recheio em confeitos, molho, ou simplesmente um doce.

8. Crepes russos

Os “blini” ou crepes russos, são um dos pratos tradicionais mais antigos da Rússia, que datam dos tempos pagãos, quando simbolizavam o sol e eram comidos como parte de rituais. Até hoje, o blini é o prato principal da Máslenitsa, celebração que marca o fim do inverno.

O blini russo é diferente das panquecas norte-americanas, e tem tamanho grande e consistência leve e rendada.

9. Massa russa recheada

As massinhas russas recheadas “pelmêni” são consideradas o prato mais nacional da Rússia.

Geralmente, elas são feitas de massa recheada com carne, mas os russos inventaram tantas variedades de pelmêni que seu paladar jamais ficará entediado.

Existem os “manti” (bolinhos cozidos no vapor), varêniki (bolinhos com recheio cozido, na maioria das vezes doce), pozi (bolinhos de carne cozidos no vapor), beriki (bolinhos de carneiro)…  Saiba mais aqui.

  1. Bolo russo

O “Russischer Zupfkuchen” é um bolo alemão doce feito de massa de chocolate, ricota e pudim de baunilha. O autor da receita é desconhecido. A palavra “kuchen” significa bolo e “zupfen” significa “dar uma pitada” - o bolo é decorado com pequenas “pitadas” de massa e tem sabor semelhante ao de um cheesecake.

Na verdade, os russos costumam usar ricota e queijo cottage para fazer bolos, mas não há equivalente russo para esta sobremesa. Seu parente mais próximo é o tvorojnik.

Descubra outras 7 coisas que o mundo continua a chamar de “russas” (mesmo que não sejam)!

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies