5 pratos que descem mais redondo com vodca

Legion Media
Por que os russos colocam vodca nas receitas de sopas, doces e outros se a bebida evapora a altas temperaturas? Leia e descubra!

1. Ukhá do tsar

As primeiras receitas da sopa de peixe que mais tarde ficou conhecida como ukhá surgiram na Rússia no século 12. O ideal é cozinhar a ukhá em fogo muito baixo (de preferência, uma fogueira) e acrescentar o peixe inteiro, com cauda, ​​ossos e barbatanas.

Não é segredo nenhum que os pescadores acrescentam uma dose de vodca e até um pedaço de lenha em chamas à receita. Isto pode até parecer um capricho de homens entediados, mas tem um significado profundo.

Além de a vodca neutralizar as bactérias da água dos rios e lagos, nem sempre muito limpa, ela também mata o cheiro de “lodo”, característico de alguns tipos de peixes. Além disso, o peixe fica mais branco com a vodca e não desmancha, e o líquido de cozimento continua translúcido.

2. Tcheburéki

Nos tempos soviéticos, as pessoas lotavam as bancas de tcheburéki atrás dos suculentos pastéis recheados com carne ou queijo. Atualmente, sua busca diminuiu na Rússia contemporânea - mas não na feirinha eslava da Vila Zelina, em São Paulo!

Se você não tem acesso nem à Rússia, nem à Vila Zelina, então saiba que esta receita simples tem segredos fundamentais! Quem sabe de tcheburéki acrescenta um pouco de vodca à massa - entre uma colher de chá e uma colher de sopa por quilo de massa.

Isto porque a vodca aumenta a elasticidade da massa forma mais bolhas na superfície do tcheburéki. Além disso, assim os pasteizinhos absorvem menos óleo e não ficam “encharcados”.

3. Biscoitinhos Khvôrost

O maior concorrente do tcheburéki no quesito “crocante” são os biscoitos khvôrost. A receita clássica leva farinha, ovos, açúcar, manteiga, creme de leite azedo (smetana ou sour cream) e leite gordo. A massa fica crocante graças à vodca: durante o cozimento, ela evapora, e adultos e crianças podem se deliciar com o khvôrost.

4. Pepinos salgados

Para que um pote com pepinos salgados não exploda durante o inverno e para que os pepinos permaneçam firmes e crocantes, é preciso acrescentar vodca (50 ml para um pote de três litros).

Não entraremos em detalhes químicos, mas, resumindo, a vodca funciona como um conservante e interrompe o processo de fermentação. Por isto, algumas colheres de vodca vão manter por mais tempo essa excelente zakuska (entrada) que fica uma delícia servida com... vodca! A vodca tem efeito semelhante para conservar o chucrute.

5. Tempero para carne

Especialistas em chachlik (o velho e bom churrasco) adicionam vodca ao tempero para amaciar a carne e para que ela tempere mais rápido. São necessários 150 ml de vodca a cada três quilos de carne. Acrescente cebola fatiada (três quilos), sal e pimenta moída e deixe marinar por um dia em local fresco. Se você estiver planejando ferver ou cozinhar no vapor, basta espirrar um pouco de vodca ou adicionar vodca à água fria antes de cozinhar.

LEIA TAMBÉM: 10 tradições ligadas à vodca que o ajudarão a entender os russos

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies