10 pratos russos que possuem irmãos estrangeiros; veja receitas

Quiche, ou haggis à moda russa? O Russia Beyond criou uma lista de pratos autenticamente nativos com os quais pessoas de outros países já estão familiarizadas.
  1. Perepetchi e quiche francesa

Perepetchi, esses salgados achatados de massa folhada da Udmúrtia, possuem uma variedade de recheios e são bem similares a quiches. Feitos com massa de centeio sem fermento ou massa de trigo e centeio, têm um recheio salgado, que pode, por exemplo, ser de carne, repolho, batatas ou cogumelos. Uma mistura de ovo, leite e creme de leite azedo (sour cream) é derramado sobre o recheio antes de os perepetchi irem para o forno – daí o nome, já que o termo “perepetchi” tem a mesma raiz que o verbo russo “assar”. Ao contrário do perepetchi, porém, o quiche francês é feito de massa quebrada, e, em vez de sour cream, usa-se queijo no recheio.

LEIA TAMBÉM: 10 deliciosos pratos regionais dos quais, provavelmente, você nunca ouviu falar

  1. Oládi e panquecas norte-americanas

As oládi russas são similares às panquecas norte-americanas. Os ingredientes são quase idênticos, mas as panquecas exigem mais ovos e fermento, e a mistura é batida com mais intensidade. Outra diferença é que as panquecas são fritas com uma quantidade pequena de óleo, de modo que não se forma crosta e elas permanecem macias. Os dois também são servidos de forma diferente – panquecas com xarope de bordo, geleia ou chocolate; já as oládi, com sour cream (creme de leite azedo) ou mel.

LEIA TAMBÉM: Oládi, o café da manhã perfeito para o fim de semana

  1. Niania e haggis escoceses

Niania é um antigo prato russo conhecido desde a época da Rus Kievana, e sua composição e modo de preparo é semelhante aos haggis da Escócia, preparados com miúdos de ovelha. Niania é o estômago de ovelha recheado com carne e cérebro do animal, junto com cebola e mingau de trigo sarraceno, e depois assado no forno.

  1. Kovrijka e bolo de frutas alemão

Stollen é um tradicional bolo alemão com passas e marzipã. Sua análogo russo é chamado kovrijka – um bolo feito de massa de pão de gengibre que consiste em duas metades e uma camada de geleia no meio. Além disso, nozes, passas e frutas cristalizadas são adicionadas à massa da kovrijka, que é, enfim, coberta com açúcar de confeiteiro. Na Rússia, kovrijka era geralmente assada em Gorodets e Moscou.

  1. Tvorojnik e o quarkkuchen alemão

Esses bolos russos e alemães são muito semelhantes em termos de ingredientes e modo de preparo. Eles são feitos de tvôrog (queijo cottage ou coalhada), ovos, farinha, manteiga, creme de leite azedo, açúcar, sal e fermento em pó. Ambos são semelhantes ao cheesecake, com exceção do tipo de queijo usado no preparo.

LEIA TAMBÉM: Tvôrog, a ricota russa que tem uma popularidade para lá de alta

  1. Kholodets e pacha búlgara

Kholodets é um prato gelatinoso feito de caldo e com pedaços de carne. Sem adição de gelatina ou ágar, sua consistência é fruto de substâncias gelificantes dos ossos de carne fervidos para fazer o caldo. E há também um prato semelhante na Bulgária. Para fazer pacha, carne com osso é cozida com especiarias em fogo baixo; depois, a carne é cortada em pedacinhos e devolvida ao caldo, ao qual se adiciona alho, pimenta e, às vezes, leite. O prato é servido quente - assim que fica pronto – ou frio, depois de esfriar e se transformar em uma geleia. 

  1. Varêniki e žlikrofi esloveno

Varêniki são bolinhos cozidos com diferentes recheios – por exemplo, frutas silvestres ou tvôrog (queijo cottage), batatas, cogumelos ou cebola. Na Eslovênia, o žlikrofi são bolinhos em formato de orelha, com batatas, bacon e cebola.

LEIA TAMBÉM: Varêniki de cereja, a essência do verão russo

  1. Zapekanka e tortilha espanhola

Os ingredientes principais de ambos os pratos são batatas fatiadas em rodelas finas, ovos e leite (ou creme de leite). A diferença primordial é que a zapekanka é assada no forno, enquanto a tortilha é frita em uma frigideira.

LEIA TAMBÉM: Zapekanka, o milagre russo feito com sobras

  1. Chucrute e kimchi coreana

Na antiga Rússia, o repolho era chamado de “segundo pão” por ser muito comum durante o ano todo e fazer parte da culinária diária. Quando fermentado, transforma-se em chucrute. No preparo, basta fatiar o repolho, ao qual são adicionadas cenouras também fatiadas, sal e açúcar. Depois, manter a mistura sob um peso de 3 a 5 dias e em temperatura ambiente. Mexa todos os dias para permitir a fuga de gases fermentados e remover espuma. A receita para o aperitivo coreano conhecido como kimchi é parecida, porém feito com pimentas em vez de cenouras e é muito picante.

LEIA TAMBÉM: Chucrute, a típica conserva russa cheia de vitaminas

  1. Frikadelki e bakso indonésio

As almôndegas bakso, da Indonésia, que também podem ser feitas de peixe, são servidas com caldo ou sopa. Na cozinha russa, frikadelki são pequenas almôndegas de carne picada que conferem sabor extra a qualquer sopa.

LEIA TAMBÉM: Sopa de almôndegas, uma opção rápida, fácil e deliciosa

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies