11 bebidas russas você tem que experimentar algum dia na vida

Os russos têm uma bebida para cada ocasião: seja para relaxar ou dar aquela injeção de ânimo, aquecer ou se refrescar, beber sozinho ou com amigos.

11. Kvass

Se você acha estranha a ideia de fazer um refrigerante à base de pão, então você deve experimentar kvass. É a bebida mais antiga do país – e incrivelmente refrescante no verão. O kvass é basicamente feito com pão de centeio e água, mas também é possível acrescentar ervas e frutas. A fermentação pode resultar em alguns graus de álcool.

10. Kompot

Pergunte a qualquer russo ou russa o que se deve beber no almoço, e eles responderão: kompot. Trata-se de uma bebida doce feita com frutas e que pode ser servida tanto fria como quente.

9. Mors

Mors é uma bebida fria feita de frutas silvestres mais azedinhas. Sua consistência é muito semelhante à do kompot, embora um pouco mais espessa, uma vez que as bagas cozidas são esmagadas, enquanto no kompot elas são deixadas inteiras. O mais comum é que mors seja feita de mirtilos, cranberries, ou uma mistura de ambos.

8. Sbiten

Até o aparecimento do chá, é provável que a bebida mais popular na Rússia para se aquecer fosse sbiten. É doce, feita à base de mel e especiarias. Na receita vão gengibre, canela, cravo, hortelã, margarida e algumas frutas cítricas. Para preparar o Glühwein (vinho quente) russo, basta acrescentar um pouco de vinho tinto.

7. Medovukha

Medovukha é uma das bebidas alcoólicas mais antigas da Rússia e pode ter de dois a 12% de teor alcoólico. Geralmente preparada com mel, levedura, açúcar e água, mas, na realidade, a única limitação da receita é a própria imaginação de quem a faz. É possível adicionar frutas silvestres, ervas, ou suco de frutas. Hoje medovukha é uma bebida bem típica nas cidades do Anel de Ouro, nos arredores de Moscou.

6. Vzvar

Quase sempre esquecida, mas não por isso menos saborosa. Vzvar é um tipo de kompot, à base de frutas ou bagas, ao qual são adicionadas ervas e, às vezes, vinho. Pode ser bastante espessa, com um aspecto e sabor similares ao de um pudim.

5. Chá

LEIA TAMBÉM: 10 curiosidades sobre o samovar, objeto que virou moda no Instagram 

Os russos amam esta bebida. Bebem chá preto com limão, chá verde, chá de ervas –  qualquer tipo. Também é uma maneira de convidar os amigos para uma visita. Pode-se simplesmente perguntar: “Quer vir aqui tomar uma xícara de chá?”.

4. Kissel (kissiêl)

A primeira pergunta que surge quando alguém vê kissel pela primeira vez é se deve beber ou comê-lo. É um suco muito espesso e nutritivo, cozido com amido de milho (ingrediente muito popular na época soviética). As crianças adoravam mastigá-lo.

3. Kefir

Hoje fala-se muito sobre os benefícios das bebidas lácteas fermentadas. Nesse aspecto, kefir é imbatível. Na Rússia existem muitas variedades, com porcentagens diferentes de gordura e sabores diversos, incluindo com pepinos e endro. Kefir também pode ser usado como base para preparar panquecas e bolos.

2. Riájenka

É também uma bebida láctea fermentada, mas com sabor suave de caramelo. Possui muitas vitaminas, que fortalecem o sistema imunológico e ajudam na digestão. Além disso, é muito fácil de preparar em casa.

1. Vodca

A vodca é sempre a primeira bebida associada à Rússia. No país, tem normalmente 40% de álcool, e é vendida em garrafas de meio litro. Fato é que os russos têm muitas tradições associadas à vodca: entre o primeiro e o segundo shots, não se pode comer nada; e se você chegar atrasado à mesa, enquanto todos já estiverem bebendo, você tem que tomar uma dose de “penalidade”. Para beber vodca, é importante ter também bons aperitivos, como picles, khodolets (gelatina de carne) e etc.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies