7 alimentos russos para começar a semana com energia

Getty Images
Evite doces e alimentos pouco saudáveis ​​- coma esses deliciosos alimentos tipicamente russos, e sua cognição, concentração e desempenho irão melhorar.

Pinholi

Os pinholis são considerados um superalimento. De acordo com pesquisas, esses frutos secos não apenas reduzem o colesterol, mas também ajudam a combater estresse – o que é essencial para o trabalho, o estudo e as tarefas cotidianas.

Experimente os pinholis siberianos; eles contêm zinco, manganês, iodo e ácidos graxos insaturados que aumentam as funções cognitivas. É por isso que uma porção diária de pinholi ajuda a melhorar a concentração.

Sementes de girassol e abóbora

Mastigar sementes de girassol é um hábito verdadeiramente russo – é como uma forma de meditação. Além disso, separar os grãos das cascas com os dentes e a língua requer habilidade – mas cuspir as cascas não é legal, portanto, evite fazê-lo em lugares públicos. As sementes de girassol são ricas em triptofano, que estimula a produção de serotonina – substância que ajuda a relaxar, libera a tensão nervosa e ativa a atividade cerebral.

LEIA TAMBÉM 6 hábitos russos que você pre-ci-sa adotar

Sementes de abóbora também contêm zinco, auxiliando na memória. Pode-se polvilhar as sementes sobre saladas ou comê-las separadamente.

Beterraba

Ainda acha que beterraba na Rússia só é boa para borsch e arenque sob casaco de pele? Pense de novo. A beterraba é repleta de betaína, aminoácidos bons para a circulação.

Os russos, assim como brasileiros, comem beterraba crua (em vitaminas ou combinadas com outros vegetais), além de cozidas para reforçar saladas.

Cenoura

A cenoura não só melhora a visão noturna, mas contém luteolina, um flavonoide que também é bom para a memória. Além disso, contêm caroteno, que estimula o sistema imunológico e tem propriedades anti-inflamatórias.

Na Rússia, é comum preparar saladas com cenoura ralada crua ou cozida, e acompanhadas de sour cream e azeite.

Frutas silvestres

Essas frutinhas melhoram a memória e ajudam a evitar a depressão. Experimente cranberries azedos, framboesas maduras e espinheiro marítimos do norte da Rússia. Elas são cheias de vitamina C e antioxidantes ativos.

Para quem trabalha em frente ao computador o dia todo, vale a pena comer alguns mirtilos, que têm efeito positivo não apenas para o cérebro, mas também para a visão.

Tvorog

O tvorog, uma espécie de análogo russo do queijo cottage, é muito popular no país. Contém aminoácidos chamados colina e metionina, que protegem o cérebro de processos degenerativos.

O tvorog é geralmente consumido por si só, ou com bagas e sour cream. Os russos também costumam usá-lo para recheios de sirniki e tortas. O mais delicioso entre os tvorogs disponíveis no mercado é também o mais rico em gordura (até 18%).

Ervas

Todo mundo sabe que os russos gostam de acrescentar endro a tudo, mas as ervas são realmente boas, pois contêm substâncias que melhoram a circulação e a cognição. Não gosta de dill?

Experimente então salsinha e coentro, adicionando-os a saladas, pratos diversos, ou simplesmente mastigando-os como chiclete.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies