Surpresa na Rússia: como Tom Hardy conquistou a Sibéria

Getty Images; Pixabay
A celebridade de Hollywood confessou recentemente que tem quase um quarto de sangue siberiano – deve ser por isso que enfrenta temperaturas baixas como -37°C.

Durante sua aventura na Sibéria, Hardy competiu com os campeões locais de luta Khapsagay, ordenhou uma vaca no frio congelante, nadou em temperaturas abaixo de zero e participou das cerimônias pagãs.

Na gelada Sibéria

Em 2012, Hardy foi convidado a participar de um documentário do Discovery Channel, chamado “Driven to Extremes”, dedicado à rota mais fria do planeta – a estrada Iakutsk-Oimiakon.

Juntamente com Mika Salo, ex-piloto da F1, e vários companheiros de equipe, Hardy percorreu mais de 1.000 km de trechos congelados através de áreas remotas, onde os termômetros chegavam a marcar -50°C.

Apesar de impressionado com a beleza da natureza siberiana, Hardy temeu por sua saúde em meio a temperaturas abaixo de zero. “Os dedos vao começar a congelar e cair - isso não é uma piada”, disse o ator britânico. 

Ainda assim, Hardy aguentou firme e conseguiu superar o clima. Ele nadou até em água gelada à noite, quando a temperatura era de -37°C. Salo também apareceu, pulou logo depois e gritou: “Isso é o bastante para mim!”.

A última parada da viagem foi Oimiakon, o lugar mais frio e habitável da Terra, onde as temperaturas podem chegar a -71°C. “Estou muito grato pela oportunidade de estar aqui hoje”, disse Hardy. 

“Para mim, foi certamente a coisa mais incrível que já fiz. Esta é uma experiência introspectiva. É uma mudança de vida”, acrescentou no final de sua jornada.

Na calorosa Moscou

No mês passado, em setembro, Hardy visitou a Rússia mais uma vez, mas essa recente viagem foi muito mais confortável e descontraída do que sua jornada pela Sibéria. O ator esteve em Moscou para promover seu novo filme, Venom.

Hardy caminhou tranquilamente pelo Parque Zariadie, no centro da capital, e também andou de metrô, onde esfregou o nariz da escultura de cachorro na estação Ploshchad Revolyutsii – que, segundo os locais, traz sorte.

Curiosamente, Hardy chegou a Moscou usando um amuleto dado por uma xamã durante sua aventura na Sibéria. O ator confessou que o usa nos últimos seis anos.

“Eu não sei o que me atrai para cá... Mas quer saber? Recentemente, fiz um teste de DNA e descobri que tenho 22% de sangue siberiano! ”

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies