10 curiosidades sobre a Rússia em que os estrangeiros NÃO acreditam até irem para lá

Andrey Nikirichev, Alexander Avilov/Moskva Agency; Victor Lisitsin/Global Look Press
Você pode até achar que os ursos perambulam pelas ruas russas, mas nunca acreditará até ver com seus próprios olhos!

1. A Rússia é segura

Todo turista indo para a Rússia ouve isso de agências de viagens e fontes on-line. A maioria deles ruma a Moscou e São Petersburgo, por isso suas preocupações são especialmente voltadas para essas duas cidades, pois é difícil acreditar que lugares que tenham milhões de habitantes possam ser seguros.

Portanto, você nunca acreditará até ver por si mesmo. Em Moscou e São Petersburgo, os moradores locais e os turistas se sentem à vontade usando telefones, laptops e câmeras em público. O que pode surpreender os visitantes estrangeiros é que isso também se estende às cidades menores e mais afastadas.

Como em todo país, há certos lugares que você deve evitar, mas em geral, pensar que a Rússia não é um lugar seguro é um dos maiores equívocos dos estrangeiros!

Saiba mais aqui!

2. As redes fast food são melhores na Rússia 

É uma surpresa para muitos estrangeiros - e até para os russos - descobrir que as redes internacionais de fast food são geralmente mais arrumadinhas e limpas do que nos países de origem.

“Estranhamente, as redes internacionais de fast food em Moscou são muito melhores do que em qualquer outro lugar. Não suporto o McDonald's ou o Burger King no exterior, mas aqui eles são bem ok”, escreve o internauta moscovita Maksim Iankov.

3. Os fast foods têm refeições com caviar

Existe uma maneira particularmente russa de pensar em fast food. Por isso, sim, há restaurantes fast food russos que oferecem panquecas com caviar preto ou foie gras por US$ 30 cada e diversos restaurantes onde os clientes podem saborear iguarias locais (ou não tão locais assim) de toda a Rússia.

4. Os russos não puxam papo

Todo mundo parece saber disso e, mesmo assim, muitos visitantes estrangeiros ficam surpresos quando finalmente tentam entabular conversa com um russo.

 “A única vez em que um estranho me disse algo aleatório nas ruas da Rússia foi quando uma mulher cega bacana me disse ‘Oh, que garoto bonito!’ e depois virou para o nada que estava do meu lado e disse ‘... e você também!’”, diz o jornalista Benjamin Davis.

Resumindo (porque somos russos!): conversa fiada não faz parte da cultura russa. Portanto, da próxima vez que estiver ali, deixe o dia de falar do tempo e vá direto ao assunto.

5. As mulheres russas são estonteantes 

Este é, sem dúvida, o estereótipo mais difundido sobre a Rússia que soa verdadeiro em todos os cantos do mundo. Mesmo assim, tem gente que acha que ele é só um estereótipo e não condiz com a realidade.

Mas, na realidade, isso está longe de ser apenas mais um estereótipo sem fundamento. Mas, novamente, você não acreditará até ver por si mesmo.

6. Existe vida além de Moscou e São Petersburgo 

Poderia ter passado pela sua cabeça que haveria alguém vivendo nessa imensidão chamada Rússia? Só há uma maneira de saber: veja com seus próprios olhos. Quem experimenta os rincões da Rússia, nunca se esquece!

As regiões russas oferecem tanta alegria aos visitantes quanto as capitais. Visitar Sôtchi, a ensolarada cidade à beira do Mar Negro que sediou os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, a Crimeia, a Sibéria, o Lago Baikal, o Ártico russo e a beleza deslumbrante do Extremo Oriente é algo impressionante e inesquecível!

  1. Os invernos são (mais que) frios

Mas cuidado! Visitar alguns dos locais acima mencionados no inverno pode ser uma tarefa arriscada se você não estiver acostumado a ter os dedos congelados em condições climáticas extremas. A maioria das pessoas já ouviu falar que os invernos são terríveis em Moscou e São Petersburgo, mas isso não se compara a outros locais da Rússia (bem piores!).

Imagine estar do lado de fora a uma temperatura é de 50 graus Celsius negativos. Essa é a regra na Iakutia, a maior região da Sibéria e também a mais fria. Dois locais localizados ali, Oimiakon (com população de 500 habitantes) e a cidade de Verkhoiansk, competem pelo título de lugar mais frio da Terra.

Embora os turistas possam ter uma vaga ideia de quão fria a Rússia é, ver como alguns russos se vestem nessas condições chocará qualquer pessoa.

8. Ursos perambulam pelas ruas, sim, mas apenas em pequenas cidades e vilarejos 

Independentemente de quão amplo esse estereótipo esteja entre os estrangeiros, a maioria dos russos nunca viu um urso andando pelas ruas de suas cidades.

A maioria, mas não todos! Os russos que vivem em pequenas cidades ou vilarejos no norte da Rússia veem ursos e outros animais selvagens vagando pelas ruas de vez em quando...

9. É perigoso dirigir na Rússia

Os motoristas russos são notórios por seu estilo agitado e desrespeito geral pelas regras de trânsito. Todo mundo sabe disso, mas pouca gente têm experiência real com esse fato.

Parece que o céu é o limite quando se trata de velocidade, o sinal amarelo é quase sinônimo de verde e os placas de mudança de direção são raras, não só em Moscou, mas também em outras regiões. O ponto positivo é que, se você conseguir manter a sanidade depois de dirigir na Rússia, pode dirigir em qualquer outro lugar do mundo!

10. Os russos não falam inglês  

A maioria dos turistas suspeita que talvez seja uma boa ideia aprender algumas palavras além de “da” (sim) e “niét” (não) antes de ir para a Rússia. A maioria deles, no entanto, acha que dará para quebrar o galho com o inglês.

Você já deve ter ouvido esse milhão de vezes, mas dizemos mais uma: poucos russos falam inglês, quanto mais de maneira fluente. Pode ser que você tenha sorte em Moscou e São Petersburgo, mas não espere conversar em inglês com pessoas de outras regiões russas, onde a língua é muito menos dominada.

Muitos russos simplesmente não sentem a necessidade de aprender outras línguas porque não viajam muito para o exterior. Mas não se assuste: aprenda algumas frases prontas em russo (descubra como dizer de onde veio, mostre seu apreço pelo país) que será fácil arrebatar os corações desse povo! 

LEIA TAMBÉM: É possível morar na Rússia sem falar russo?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies