É seguro viajar sozinha pela Rússia sendo mulher?

Vladimir Sergeev/Sputnik
Pode parecer que não – principalmente se você não conhecer ninguém no país e não falar o idioma. Mas come este guia básico, sua experiência será incrível!

Para onde ir sozinha?

Se for a primeira vez que você visita o país, pode começar pelo arroz com feijão: Moscou, Kazan e São Petersburgo. É fácil chegar a essas cidades (e dá para comprar as passagens de trem e avião on-line) e elas são populares entre os turistas estrangeiros, portanto você não terá problemas para encontrar companhia ali.

“Nunca me senti ameaçada passeando pelas áreas turísticas de São Petersburgo e Moscou, e me atenho a áreas públicas bem iluminadas. Tem muitos policiais ali patrulhando ruas, as estações de metrô e guardas cuidando das entradas de shopping centers", diz a inglesa Portia Jones. Mas ela recomenda manter os documentos e a carteira em um bolso interno ou outro local seguro.

Depois de percorrer as grandes cidades, você pode ir mais fundo: para o sul do país, com o mar e as montanhas; para o oeste, para ver o exclave de Kaliningrado; para o norte, para ver a Carélia; e para o leste, pegar a Transiberiana.

“Peguei a ferrovia Transiberiana e percorri todo o país, de Vladivostok a Moscou, e tive ótimas experiências pelo caminho. Por exemplo, dividi um compartimento de trem com uma professora de russo que me ajudou a praticar a língua e chegou até a traduzir meu horóscopo!”, conta a norte-americana Katie Aune, que passou três meses na Rússia e não teve problema algum durante a estadia.

Existe um dress code para mulheres?

Não há regras especiais ou claras para as mulheres no país: você pode usar roupas grudadas, mini-saias ou qualquer outra coisa que queira. Você só se deve se preocupar com a roupa quando sair para um jantar ou assistir a um balé.

É muito raro alguém mexer com as mulheres nas ruas da Rússia, principalmente com estrangeiras. Bares e boates seguem a mesma etiqueta de qualquer país europeu ou dos EUA. Como em qualquer outro lugar, se você fez está lindona pode ser que precise dizer duas vezes a algum moço que não quer conversa.

Lembre-se também que se você estiver planejando entrar em uma igreja ortodoxa, é preciso dar atenção às vestimentas - pernas cobertas (o melhor é ir de saia longa), assim como ombros. Nas igrejas, as mulheres devem cobrir a cabeça - se você não tiver um lenço ou cachecol, geralmente pode pegar algo emprestado na igreja.

Também se deve optar por uma aparência mais reservada ao viajar para as repúblicas muçulmanas da Rússia, especialmente a República da Tchechênia e do Daguestão. Ninguém o forçará a usar hijab ou cobrir a cabeça, mas deixe os shorts para usar na praia – não use shorts na cidade e, claro, não entre em uma mesquita com roupas decotadas.

Ninguém vai te desrespeitar por causa das suas roupas, mas se vestir assim é entendido como um insulto à cultura e às tradições locais.

Sozinha à noite

As grandes cidades são seguras na Rússia, mas é claro que você deve cuidar de seus pertences pessoais sempre. À noite, a vida não para: em todos os lugares, em áreas razoavelmente povoadas, há iluminação e muitos jovens, especialmente no verão, lojas 24 horas e quiosques de flores – alguns locais têm até transporte público noturno. Em pontos turísticos, você verá policiais turísticos, que o ajudarão se você se perder.

Para viagens noturnas, recomendamos que você baixe aplicativos como o Yandex.Taxi e o Uber – tendo em mente que os táxis também são muito baratos na Rússia!

LEIA TAMBÉM: Guia dos golpes russos e como sair ileso

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies