A história da Rússia em 14 pinturas famosas

Desde a fundação do Estado russo até a Segunda Guerra Mundial, artistas sempre foram fascinados por eventos cruciais da história do país. Aqui estão algumas das obras-primas da pintura histórica russa.

1. Viktor Vasnetsov. Convite dos Varegues (1909)

Esta pintura foi encomendada especialmente para os livros escolares de história. Seu tema é a fundação do Estado russo. De acordo com a teoria mais difundida, as tribos eslavas desarticuladas não conseguiam escolher um único governante e convocaram os varegues a governá-los, para que juntos pudessem se defender com mais eficácia contra os ataques inimigos. Foi assim que o príncipe Rurik e seus irmãos chegaram à Rus [Rússia Antiga]. 

LEIA MAIS: Quem fundou a Rússia e a governou antes dos Romanov? 

2. Viktor Vasnetsov. Batismo da Rus (1890)

Esta imagem é uma cópia do afresco monumental de Vasnetsov na Catedral de São Vladímir, em Kiev. No centro está o príncipe Vladímir, que batizou a Rus e agora é reverenciado como um santo no cristianismo ortodoxo. Em primeiro plano estão os primeiros kievanos a serem batizados no rio Dnieper. 

LEIA MAIS: A Rus foi realmente batizada duas vezes? 

3. Vassíli Surikov. Conquista da Sibéria por Ermak (1895)

Um dos eventos mais importantes do século 16 foi a conquista da Sibéria pelo líder cossaco Ermak Timofeevitch e seu destacamento. A pintura retrata uma batalha entre os cossacos e o exército do Canato da Sibéria. 

LEIA MAIS: Quando a Sibéria foi um país independente 

4. Iliá Repin. Ivan, o Terrível, e o Seu Filho Ivan em 16 de Novembro de 1581 (1883-85)

Uma das pinturas históricas mais conhecidas, esta tela retrata a versão popular da morte do filho e herdeiro de Ivan, o Terrível. Os historiadores divergem sobre como isso aconteceu, mas, graças a Repin, a versão de que o tsar russo acidentalmente golpeou seu filho com um bastão durante uma briga ficou enraizada no imaginário popular. A morte do tsarevitch levou, mais tarde, ao fim da dinastia Rurik e ao Tempo de Dificuldades na Rússia. 

LEIA MAIS: 4 motivos pelos quais Ivan era “Terrível” 

5. Vassíli Surikov. A manhã da execução dos Streltsy (1881)

Esta tela em grande escala conta a história da execução de 1.300 Streltsy, membros da força militar de elite. Foi assim que o então tsar Pedro 1º, no início de seu reinado, lidou com os instigadores da Revolta dos Streltsy de 1698 em uma demonstração de poder autocrático.

6. Valentin Serov. Pedro, o Grande (1907)

A imagem retrata a construção de São Petersburgo e Pedro caminhando imperiosamente pelos pântanos sobre os quais ordenou que a famosa cidade fosse construída. Transmite a ideia de que sua comitiva não consegue acompanhar seu passo confiante e vigoroso.

7. Nikolai Ge. Pedro, o Grande, interrogando o tsarevitch Aleksêi Petrovitch em Peterhof (1871)

Outra história dramática com a temática "pais e filhos" na história russa. O imperador acusou seu filho de traição e de se preparar para tomar o poder na Rússia. Como resultado, o tsarevitch foi colocado na prisão e torturado até a morte (acredita-se que Pedro soubesse).

8. Vassíli Perov. O Julgamento de Pugatchov (1875)

Emelian Pugatchov foi o líder da maior revolta camponesa da história da Rússia (1773-75). Pugatchov, um cossaco, se fez passar pelo falecido imperador Pedro 3º e reuniu todo um exército. Na pintura, o próprio Pugatchov está fazendo justiça. O artista pintou várias versões, pois não sabia como retratar Pugatchov - se como um vilão ou um herói corajoso. 

LEIA MAIS: 5 revoltas que quase derrubaram a Rússia tsarista 

9. Vassíli Vereschaguin. Napoleão nas Colinas de Borodinó (1897)

Um grande número de pinturas (bem como outras obras de arte, incluindo "Guerra e Paz", de Tolstói) foram dedicadas à campanha de 1812 contra a França de Napoleão. A enigmática figura do imperador francês despertou interesse em muitas gerações de russos. Nesta obra, ele está claramente decepcionado com a forma como a Batalha de Borodinó se desenrola.

10. Grigóri Miasoiedov. A Leitura do Manifesto de 1861 (1873)

Um dos eventos mais importantes da história da Rússia foi a abolição da servidão. Nesta pintura, o manifesto que proclama a abolição está sendo lido por um grupo de camponeses, ou melhor, eles acompanham a leitura feita pelo único letrado do grupo. 

LEIA MAIS: Como a abolição da servidão levou à Revolução Russa? 

11. Valentin Serov. Coroação do Imperador Nikolai 2º na Catedral de Uspenski (1897)

Serov pintou diversos retratos da família tsarista e de personagens da corte. O reinado de Nikolai 2º, o último tsar russo, terminou com a execução de toda a sua família.  Mas seu comando também começou com uma tragédia - o pisoteamento em massa no campo de Khodínka, em Moscou, durante as festividades que seguiram à coroação. 

12. Isaak Brodski. O discurso de Lênin na fábrica Putilov em maio de 1917 (1929)

Os comícios dos trabalhadores de Petrogrado e a Revolução de 1917 que se seguiu foram um dos momentos cruciais da história russa. Brodski pintou muitos temas da vida de Vladimir Lênin. Nesta pintura, o artista soviético enfatiza a relação do líder soviético com o povo.

13. Mikhaíl Sokolov. Detenção do Governo Provisório (1933)

Graças ao filme de Serguêi Eisenstein "Outubro", e às imagens amplamente reproduzidas pela propaganda soviética, criou-se no imaginário popular a ideia de que a Revolução de 1917 tinha sido um levante armado em massa com trocas de tiros e a invasão ao Palácio de Inverno, onde o Governo Provisório estava baseado. Mas, na realidade, o Palácio de Inverno foi tomado de forma pacífica, embora o governo tenha sido derrubado realmente - seguido pela fundação da República Soviética Russa e o início de uma nova era política.

14. Serguêi Guerassimov. A mãe do guerrilheiro (1943-50)

Muitos pintores soviéticos dedicaram telas à Segunda Guerra Mundial. Além de cenas de batalha, os artistas também retrataram o heroísmo de pessoas comuns. Nesta pintura, Guerassimov transmitiu uma imagem coletiva das mães na época - a mulher olha para o inimigo com a marca de sofrimento no rosto, mas com a cabeça orgulhosamente erguida.

LEIA TAMBÉM: 7 museus russos que possuem enormes acervos on-line

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies