Onde ver as Noites Brancas mais impressionantes da Rússia? Veja fotos

Petrozavodsk durante o verão

Petrozavodsk durante o verão

Legion Media; Igor Podgórni/Sputnik
Arco-íris noturno é uma das atrações da temporada. De tão claro que é o céu à noite, algumas cidades russas até desligam a iluminação artificial.

Nas noites de verão no norte da Rússia, o céu permanece tão claro que é difícil acreditar que não seja dia. Esse fenômeno natural é chamado “Noites Brancas” e dura de alguns dias a vários meses, dependendo da latitude da cidade.

Mar Branco, na Carélia

Muitas pessoas confundem Noites Brancas com dias polares, mas elas não são a mesma coisa. Os dias polares acontecem apenas em latitudes acima do Círculo Polar Ártico, e, em seguida, o sol brilha durante todas as 24 horas do dia.

Em termos científicos, as Noites Brancas são chamadas de crepúsculo civil – quando o sol se põe atrás do horizonte, mas não há escuridão total. Quando isso ocorre, não há muita escuridão, mas é possível ver o crepúsculo por algumas horas entre o pôr do sol e o nascer do sol. Esse fenômeno geralmente ocorre por volta da data do solstício de verão abaixo do Círculo Polar Ártico – em qualquer cidade do norte da Rússia.

Noites Brancas em São Petersburgo

As Noites Brancas são basicamente a marca do turismo de São Petersburgo. Oficialmente, esse período dura de 11 de junho a 2 de julho, mas, de fato, as noites são bastante claras na cidade a partir do final de maio até meados de julho.

Durante esse período, rolam vários eventos culturais, incluindo o festival de música Noites Brancos e um show da marinha para graduandos chamado Velas Escarlates.

São Petersburgo à noite

O mais interessante é que em São Petersburgo, especificamente, o que se observa não são Noites Brancas, mas o chamado “crepúsculo de navegação”.

A cidade está localizada um pouco ao sul da fronteira do fenômeno das Noites Brancas (59°56′), e pode-se ver estrelas no céu. Mas isso torna as noites da cidade menos encantadoras? Os turistas acreditam que não – muito pelo contrário.

Locais durante temporada das Noites Brancas em Petrozavodsk

As Noites Brancas da Carélia, por sua vez, são mais brilhantes e duram mais do que as de São Petersburgo.

Em Petrozavodsk, capital da região, duram mais de 50 dias por ano – começando em 25 de maio e terminam em 17 de julho. Durante todo o verão, também são realizados vários eventos, desde maratona noturna até corridas de carros.

Mar Branco, na Carélia

O ponto culminante das Noites Brancas ocorre no solstício de verão, em 22 de junho, quando o céu se enche de cores lilás e vermelhas brilhantes.

O dia dura 19 horas, com apenas uma curta manhã e noite. Este é um momento especialmente bonito na costa do mar Branco e nos muitos lagos da Carélia. Às vezes tem até arco-íris à noite.

Arkhanguelsk

Arkhanguelsk está situada ainda mais ao norte, e os moradores e visitantes desfrutam das Noites Brancas de 17 de maio a 26 de julho. Foi assim que o escritor e artista local Stepan Pisakhov (1879-1960) descreveu esse período: “No verão, há luz aqui o dia todo e a noite toda, e não dormimos: trabalhamos o dia todo e andamos a noite toda”. E isso é verdade. Afinal, como dormir quando há luz do dia por 21 horas? Para as mais belas vistas, basta ir até as Ilhas Solovetski e o Parque Nacional Kenozero.

Noites Brancas em Viborg

Que tal admirar as Noites Brancas com a vista mágica de um castelo medieval?

Na  cidade de Viborg, na região de Leningrado, isso é possível. O céu se pinta com as cores brilhantes do verão todas as noites, mesmo quando está nublado lá fora. 

Siktivkar à noite

Em Siktivkar, a capital da República de Komi, o sol mal fica abaixo do horizonte de 26 de maio a 15 de julho. Nesse período em que as noites são especialmente claras, a iluminação artificial da cidade é desligada durante a noite.

Durante o solstício de verão, o sol se põe às 22h e, às 2h, já nasce novamente.

Surgut

As Noites Brancas da Sibéria têm seu próprio charme. Imagine um céu lilás brilhante sobre paisagens industriais com o pano de fundo da taiga sem fim. Em Surgut, o coração petrolífero da Sibéria, “Noites Brancas” é, inclusive, um nome muito popular para cafés e restaurantes da região.

Iakutsk. Vista do rio Lena

Já em Iakutsk, as Noites Brancas começam em meados de maio e duram até metade de agosto. Paralelamente, o verão no Ártico é bastante curto e, mesmo em junho, pode haver neve e gelo. Isso só torna essas paisagens ainda mais excêntricas.

Surgut

LEIA TAMBÉM: 80 dias sem ver o sol: as noites polares mais longas da Rússia

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies