Um bolo soviético que é símbolo de infância (RECEITA)

Victoria Drey
Este bolo tem uma história de 40 anos e foi o primeiro de longa validade na URSS. Se você quer saber a delícia que era o gostinho de infância soviética, aprenda aqui a fazer a “tcharodêika”.

A tcharodêika era, sem dúvida o bolo favorito de muitos moscovitas no final da era soviética e vendida praticamente em todas as confeitarias de Moscou. Em russo, “tcharodêika” significa “feiticeira”. O bolo consiste de duas camadas de pão de ló, creme e cobertura de chocolate. No entanto, a combinação desses ingredientes simples oferece um dos bolos mais leves, aerados e deliciosos!

Quanto ao sabor, a “tcharodêika” é muito semelhante a outro sucesso entre as sobremesas soviéticas, o “Ptítchie molokô”, ou “bolo de leite de pássaro”. A diferença é que a receita da “tcharodêika” é muito menos complicada porque, em vez do suflê do “bolo de leite de pássaro”, ela tem um creme básico.

Ingredientes para o pão de ló:

120 g de farinha de trigo;

120 g de açúcar;

4 ovos;

½ colher de chá de fermento em pó;

uma pitada de sal.

Ingredientes para o creme:

300 ml de leite;

70 g de açúcar;

1 ovo;

2 colheres de sopa de amido de milho ou farinha;

1 colher de chá essência de baunilha;

200 ml de creme de leite;

uma pitada de sal.

Ingredientes para a cobertura:

60 ml de leite;

30 g de manteiga;

3 colheres de sopa de cacau em pó;

2 colheres de sopa de açúcar.

Modo de preparo:

  1. Comece com a massa de pão de ló básica: em uma tigela grande, bata na batedeira os ovos com açúcar e sal até que a mistura fique aerada e clara. Bata por pelo menos sete minutos para obter uma massa fofa.

2. Em seguida, peneire a farinha com o fermento na superfície da mistura de ovos e mexa cuidadosamente com uma espátula. Mexa a farinha com muita delicadeza para que a massa aerada não perca a leveza.

3. Quando os ingredientes estiverem bem misturados, transfira a massa para uma forma forrada com papel manteiga.

4. Asse a 180 graus Celsius por 30 a 40 minutos e reserve: certifique-se de não desenformar o bolo até que ele esfrie completamente.

5. Enquanto isso, prepare o creme do recheio: em uma panela, misture o ovo, o açúcar, a farinha ou amido de milho e uma pitada de sal.

6. Adicione metade do leite, misture com um batedor de mão até ficar homogêneo e comece a aquecer em fogo médio. Quando a mistura estiver bem quente, adicione a outra metade do leite e mexa sem parar. No início, a mistura ficará muito líquida, mas em alguns minutos você perceberá como ela ficará+- cremosa e espessa rapidamente. É importante mexer sem parar o creme para que não empelote. Quando o creme engrossar, cozinhe por mais um minuto e retire do fogo. Cubra o creme com filme plástico (de preferência, tocando a superfície do creme para não formar água no filme) e reserve até que esfrie completamente.

7. Em uma tigela limpa, bata o creme de leite bem gelado até que comece a formar picos de chantilly e reserve.

8. Quando o creme esfriar, adicione o chantilly e misture delicadamente com uma espátula.

9. Depois, retire o pão de ló da forma e corte-o cuidadosamente em duas camadas iguais.

10. Para montar o bolo, coloque a primeira camada de pão de ló em um prato e espalhe o recheio – mas não esqueça de reservar algumas colheres dele. Em algumas receitas de “tcharodêika”, recomenda-se despejar uma calda de açúcar sobre o pão de ló - mas eu não gosto da ideia, e portanto não faço isso. Apesar de isso fazer o pão de ló ficar mais úmido, o bolo fica doce demais para o meu gosto.

11. Cubra com a segunda camada de pão de ló. Para a parte superior do bolo, sempre uso a metade "inferior" do pão de ló, porque ela é mais plana e lisa.

12. Use o creme restante para espalhar sobre a superfície do bolo. Esta etapa é opcional, mas acho que deixa o bolo mais atraente. Deixe na geladeira por cerca de 30 minutos, para que o bolo endureça levemente antes de cobrir.

13. Para a cobertura, misture o leite, o cacau em pó, o açúcar e a manteiga em uma panela e aqueça em fogo baixo.

14. Mexa sem parar a cobertura até engrossar levemente e ficar muito lisa e brilhante.

15. Agora, cubra o bolo de todos os lados e leve-o à geladeira por pelo menos 4 a 5 horas – se puder, é ainda melhor deixá-lo passar a noite na geladeira. Desfrute da sua deliciosa “tcharodêika” com uma boa xícara café! Priátnogo appetíta!

LEIA TAMBÉM: O que o povo soviético comia?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies