Assando vatruchka como uma bábuchka: saiba como preparar icônico pãozinho doce

Victoria Drey
Vatruchki são tortinhas redondas com queijo tipo cottage – e há muito tempo um dos quitutes de festa mais populares da Rússia.

Quitutes com tvorog (uma espécie de queijo cottage russo) são, sem dúvida, os meus prediletos. Acrescentar esse tradicional queijo ao recheio, ou até mesmo à massa, faz um mundo de diferença. Por ser um produto lácteo fermentado, o tvorog proporciona consistência cremosa, com leve pitada de acidez. E não há melhor maneira de experimentar os quitutes com tvorog do que fazer vatruchki eslava –tortinhas redondas icônicas com queijo levemente adocicado como recheio.

LEIA TAMBÉM: 5 dicas para dominar a arte de tomar chá como os russos 

Ninguém sabe ao certo de onde vem o nome vatruchki. Alguns acreditam que tenha origem na antiga palavra eslava vatra, que significa “fogo”: a forma dos vatruchki lembra um pouco o Sol, ou fogaréu redondo. Outra versão afirma que a palavra vatruchka deriva do tvorog, que é como os russos se referem ao tradicional queijo. De qualquer forma, vatruchki eram populares até mesmo na antiga Rússia: assava-se esses pãezinhos abertos, que eram dados a amigos e vizinhos em festas folclóricas, como a noite de Ivan Kupala, que celebra o solstício de verão. 

Os vatruchki ainda podem ser encontrados em quase todas as padarias da Rússia. Embora existam alguns tipos salgados de vatruchki – com recheio de carne, purê de batatas e cebola –, a mais comum e amada é a variante tradicional com tvorog. Eu encontrei a receita a seguir no antigo livro de receitas soviético de minha avó. Não só é muito fácil e até mesmo apropriado para iniciantes, mas também resulta em uma massa muito leve e macia, recheado com a mais cremosa mistura de queijo cottage.

Ingredientes

Ingredientes para a massa:

300g de farinha

125ml de leite

1 colher de sopa de açúcar

1 ovo

1 colher de chá de fermento em pó

2 colheres de sopa de manteiga

Pitada de sal

Ingredientes para o recheio:

250g de tvorog, ou coalhada (ou queijo cottage)

1 ovo

2 colheres de sopa de açúcar

1 colher de sopa de farinha

1 colher de chá de extrato ou açúcar de baunilha

Pitada de sal

+ 1 gema para dourar 

Modo de preparo

Comece com a massa: em uma tigela grande, misture leite morno e fermento em pó, e mexa até o último se dissolver. Em seguida, acrescente um ovo, açúcar, sal e farinha e sove a massa com uma batedeira ou com as mãos. Esse processo deve durar, pelo menos, 5 minutos, para que a massa fique macia e elástica.

Quando chegar à consistência correta, acrescente manteiga derretida à massa e sove por mais alguns minutos. Faça uma bola com a massa, coloque-a em uma tigela limpa, cubra com filme plástico e deixe em um canto quente até dobrar de tamanho.

Após 1,5 hora, sove a massa já crescida, volte a fazer uma bola e deixe-a envolta em um filme plástico por mais 30 a 40 minutos.

Em seguida, divida igualmente a massa em 10 pedaços redondos, distribua-os sobre uma assadeira com papel manteiga e achate levemente cada um das massinhas. Não coloque os pedaços muito perto uns dos outros; caso contrário, eles podem ficar grudados enquanto estiverem assando. Cubra as massas cruas com um pano de prato e deixe descansarem por 10 minutos.

Enquanto isso, misture tvorog ou coalhada com um ovo, açúcar, farinha, açúcar (ou extrato) de baunilha e sal até virar uma pasta homogênea – este será o recheio.

Agora é hora de montar os vatruchki: com o fundo de um copo médio, faça uma cavidade no meio de cada pedaço de massa.

Com uma colher, coloque o recheio nas cavidades e cubra a assadeira com um pano de cozinha – deixe os vatruchki crescerem por mais 20 minutos.

O último passo antes de assar é pincelar a game (misturada com 2 colheres de sopa de água) sobre os pães.

Leve ao forno a 200°C por 15 minutos, ou até dourar. Experimente os vatruchki assim que saírem do forno – ainda melhor acompanhados com uma xícara de chá ou café.

Priátnogo appetita!

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies