19 modos de usar o leite à moda russa

Legion Media
Empolgou-se com a febre do kefir? Então saiba que nem só de kefir vive o russo! Conhece a riajênka? O snejok talvez? Descubra mais aqui!

A Rússia é o paraíso para os amantes de produtos lácteos! Descubra quais são eles e comece a experimentar e se surpreender!

1. Leite

Mesmo em mercadinhos locais russos é possível comprar leite integral fresco em garrafas – que, como em outros países, duram apenas alguns dias. Via de regra, o leite de vaca tem teor de gordura que varia de 0,1% a 6% na Rússia.

Aqui também se pode encontrar o leite sem lactose, de soja, de coco, de amêndoa e de arroz. Quase todo o leite disponível nos mercados é pasteurizado, mas em alguns deles também se pode achar leite que não passou por este procedimento.

Além do leite de vaca, algumas fazendas russas também produzem leite de cabra e, na região de Kostroma, você pode experimentar o leite de alce.

2. Leite cozido

O leite cozido ou “topliônoe molokô” é uma bebida tradicional eslava, quase desconhecida em outros países. Ele tem uma cor alaranjada e sabor suave, e dura mais tempo que o leite normal.

Ele é cozido por um  aquecimento prolongado sem ferver. Antigamente, era preparado no forno, em uma panela de barro, e lá ficava cozinhando durante um dia inteiro.

3. Sguchiônka

A produção de leite condensado doce (em russo, “sguchiônka”) remonta ao século 19 na Rússia. Durante a Segunda Guerra Mundial, a “sguchiônka” enlatada era produzida principalmente para os soldados.

Mas, na década de 1950, iniciou-se a produção em massa para os cidadãos comuns. Desde então, o leite condensado doce passou a ser mantido na reserva de alimentos estatal. Na Rússia, ainda há muitas sobremesas com sguchiônka e sua versão fervida.

4. Smetana

A smetana, também chamada de “creme de leite azedo” ou “sour cream”, é um dos principais ingredientes da culinária russa. Ela é bastante nutritiva, com um teor de gordura que varia de 10% a 58%.

Feita a partir de creme gordo, ela é muito popular no país (assim como a maionese). Praticamente tudo ali é servido com smetana, de sopas a sobremesas.

5. Slívki

Como o leite, a nata russa ou slívki, é vendida tanto fresca como em embalagens longa vida. A nata ali geralmente tem um teor de gordura que varia de 10% a 35%.

A slívki deve consistir apenas de leite, mas, às vezes, pode-se comprar uma nata especial para molhos que, para se tornar densa, recebe pode levar maisena como ingrediente.

6. Tvôrog

Semelhante à ricota, o tvôrog (descubra aqui como preparar!) tem uma estrutura granular. O produto, que geralmente é traduzido como “requeijão” para o português (mas não é nada disso!), se assemelha muito mais à ricota e é levemente.

Ele também pode ser vendido sem sal, com a adição de nata e geleia. Existe também o tvôrog macio. Nele também pode-se adicionar passas e açúcar. Muitas receitas na cozinha russa levam tvôrog, desde o varêniki “preguiçoso” até o tvôrojnik.

7. Kefir

O kefir é uma bebida láctea fermentada feita com determinados grãos que contêm bactérias e leveduras. Ela é servida desde jardins de infância a cardápios hospitalares, e ganhou enorme popularidade na atualidade entre pessoas tentando perder peso, que a misturam com muito verde: endro e salsa.

Os russos também usam a bebida para marinar o shashlik (churrasco), fazer bliní (panquecas) e na okrôchka (sopa fria de verão).

Enriquecido com bifidobacterium, o kefir vira bifidok, também comum nas mesas russas.

8. Riájenka

A riájenka é feita com leite cozido lentamente em fogo baixo por muitas horas. Muitos russos a fazem em casa, simplesmente misturando-o com smetána e deixando a mistura descansar noite adentro.

Como qualquer produto lácteo fermentado, a bebida é saudável para quem está em regime.

9. Iogurte

O iogurte búlgaro é muito popular na Rússia e produzido em muitas variedades diferentes ali. O teor de gordura varia muito nas prateleiras dos mercados, assim como a densidade.

O iogurte russo não é feito apenas de leite de vaca, mas também de cabra. Além do iogurte natural, a Rússia tem muitos iogurtes doces com açúcar e frutas silvestres – geralmente com grandes pedaços de frutas que lhes conferem um sabor especial!

10. Matsun

Primo caucasiano do iogurte e popular no sul da Rússia, na Geórgia e na Armênia, o matsun é conhecido como o "néctar da longevidade". Acredita-se que o matsun reduza os níveis de colesterol, ajude na digestão, reduza a pressão arterial e previna o envelhecimento precoce.

11. Katik

Outro exemplo interessante da culinária bachquíria, o katik é composto por leite fermentado de vaca, cabra ou ovelha, fermentado a termostato e cozido, com a adição de lactobacilos bulgaricus.

Este produto é bastante denso e pode ser ingerido com colher. Na Rússia, o katik é bastante famoso no Tartaristão e na Bachquíria.

12. Kumis

Esta é uma bebida tradicional de leite de égua fermentado, popular na Bachquíria, na Kalmikia e entre os povos nômades. O kumis tem um sabor agridoce e baixo teor de álcool (até 3%).

Há quem diga seu gosto é semelhante ao do kvas. Esta bebida saudável é considerada um verdadeiro superalimento, melhorando o metabolismo e dando energia.

13. Snejok

A bebida láctea doce snejok (em português, “bola de neve”) foi criada na era soviética. Tem gosto de um iogurte líquido e é geralmente misturada com uma calda e bagas.

14. Prostokvacha

Esta é uma bebida fermentada feita a partir de leite fervido e resfriado e fermento (geralmente, smetana, kefir ou até mesmo migalhas de pão preto). A prostokvacha, ou “leite azedado”, é menos azeda que outros produtos fermentados. Ela dura um dia somente, então, beba logo!

15. Varenets

O antigo leite fermentado cozido da Sibéria é o irmão mais velho da riajênka. O modo de fazê-los é semelhante, mas para preparar o varenets é preciso leite mais gordo e mais smetana para fermentar. É por isso que o varenets é mais denso e nutritivo. Os russos costumavam servi-lo durante a hora do chá.

16. Leitelho Pakhta

Esta bebida é semelhante ao leitelho, um leite ácido semi-desnatado. É feito do creme desnatado gerado após bater manteiga. Além de ser usado para comer pura e simplesmente, o pakhta é empregado para se produzir queijo de baixo teor de gordura para dietas e outros produtos fermentados.

17. Acidofilina 

Bebida láctea fermentada inventada por tecnólogos soviéticos, a acidofilina leva lactobacillus acidophilus, uma bactéria extremamente resistente que não é destruída nem mesmo pelos sucos gástricos.

Quando chegam ao intestino humano, as bactérias deslocam os micróbios nocivos. O sabor da bebida é uma mistura de kefir e iogurte. A mesma bactéria é usada para fazer um produto fermentado para crianças chamado biolact.

18. Airan

Muito popular também na Turquia, esta é uma bebida salgada feita de leite de vaca ou de cabra e bastante consumida no sul da Rússia.

19. Tan

Esta é uma bebida saborosa de leite gaseificado típica das regiões caucasianas. Devido a seu tempero, que leva pimenta e menta, o sabor é bastante forte. Vale a pena experimentar!

Quer saber quais as comidas que mais geram saudades nos russos quando eles estão longe de casa? Clique aqui!

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies