Bolo de Kiev, aprenda a fazer mais complexa sobremesa soviética

Victoria Drey
Você tem as habilidades necessárias para preparar essa obra-prima de confeitaria? O Russia Beyond explica como fazer seu próprio bolo de Kiev usando este atalho.

O Bolo de Kiev (ou Kievski) é uma doce lembrança para quem nasceu nos tempos soviéticos. Minha avó conta que, embora fosse de longe o bolo número 1, não era fácil encontrá-lo nas lojas. “O bolo de Kiev era difícil de encontrar na Ucrânia, onde costumávamos viver, mas sempre que o achávamos, a família ficava em festa”.

O bolo é especial por causa de suas camadas únicas: em vez de pão de ló comum, contém delicioso merengue de nozes, que confere ao bolo textura crocante e arejada.

Essa técnica foi inventada em 1956 por especialistas soviéticos na Fábrica de Confeitos Karl Marx, em Kiev. Inicialmente, eram usadas nozes, mas, depois da Segunda Guerra Mundial, a URSS estabeleceu laços com a Índia e trocou armas por castanhas de caju, que são consideradas o melhor tipo de frutas secas para o bolo.

Em pouco tempo, porém, os cajus ficaram muito caros, e os confeiteiros os substituíram por avelãs. O bolo com camadas de merengue de frutos secos e creme doce de baunilha e chocolate fazia muito sucesso em toda a URSS. Hoje, ainda é uma das conquistas mais reconhecíveis da confeitaria soviética.

O bolo de Kiev é provavelmente uma das receitas soviéticas mais complicadas que já vi e, sinceramente, eu jamais prepararia em sua forma original. Só para se ter uma noção, minha avó é muito boa em confeitaria e adora esse bolo, mas ela nunca fez um sozinha porque o processo todo é complexo demais.

Outra coisa – o verdadeiro bolo de Kiev é uma sobremesa para aqueles com apetite de açúcar. É tão doce e amanteigado que nem todo mundo consegue terminar seu pedaço. Portanto, se você não é fã de doces muito doces, mas ainda assim quer provar o sabor único de uma das sobremesas soviéticas mais populares, essa versão de bolo de Kiev em um copo é a solução. Basta adicionar menos açúcar, substituir as toneladas de manteiga por chantilly e misturar todas as camadas em um copo, em vez de desperdiçar horas tentando moldar o bolo ideal.

Ingredientes para merengues:

100 g de clara de ovo

100 g de açúcar de confeiteiro

100 g de avelãs (ou nozes, castanhas de caju)

20 g de amido de milho

Pitada de sal

Ingredientes para o creme:

300 ml de creme de leite fresco

1 colher de chá cheia de cacau em pó

Açúcar de confeiteiro (opcional) 

Modo de preparo:

Primeiro, prepare as avelãs, nozes ou castanhas para uso posterior. Para remover as cascas, espalhe os frutos em uma assadeira seca e asse por 10 a 15 minutos a 180°C. Deixe esfriar e coloque-os entre duas toalhas. Em seguida, esfregue suavemente: você notará como as peles se desprendem. Finalmente, pique as nozes com uma faca ou processador de alimentos, misture com o amido de milho e reserve.

O próximo passo é fazer o merengue. Bata as claras em neve com uma pitadinha de sal. Quando já estiver bem consistente, vá adicionando o açúcar de confeiteiro, colher a colher. Bata a mistura até formar picos bem resistentes.

É hora de acrescentar alguns frutos: usando uma espátula, mexa cuidadosamente a mistura de avelãs e amido de milho com o merengue.

Em seguida, distribua a mistura de merengue em uma forma coberta com papel manteiga. O ideal é fazer pequenos merengues redondos que caibam em um copo.

Leve ao forno a 140°C por 30 minutos, depois abaixe o fogo para 90°C e mantenha os merengues no forno por mais 30 minutos. Deixe-os esfriar por completo.

Enquanto isso, vá preparando o creme: bata o creme de leite até obter a consistência de chantilly.

Você pode ou não adicionar um pouco de açúcar ou extrato de baunilha – eu geralmente uso creme de leite puro porque os merengues já são suficientemente doces. Separe 1/3 do chantilly batido e misture com cacau em pó.

Tudo o que você precisa fazer agora é montar os bolos nos copos. Comece com uma colher de creme branco e coloque alguns merengues; depois, mais um pouco de creme branco, e assim por diante. Quando os copos estiverem quase cheios, adicione uma camada final de merengues e cubra com creme de chocolate.

Polvilhe com avelãs picadas e deixe na geladeira por várias horas para que o creme adquira uma textura sedosa. 

Priátnogo appetita!

Gostou? Então aprenda também a preparar o babá ao rum ‘soviético’, um delicioso bolinho com infusão de bebida. 

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais
Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies