6 lugares onde provar “pôntchiki”, os lendários donuts soviéticos, em Moscou

Legion Media
Ao contrário da versão americana, as tradicionais rosquinhas da capital russa têm poucos complementos, mas não perdem em sabor.

A palavra “pôntchiki” (na transliteração em português), é geralmente traduzida como “donuts”, ou “rosquinhas”. Mas essas guloseimas russas são completamente diferentes das do outro lado do Atlântico, famosas no Brasil. Os donuts norte-americanos costumam ser recheados com geleia ou chocolate, e cobertos com açúcar, chocolate, granulados, castanhas e toda uma parafernália; já os “pôntchiki” originados na URSS, são fabricados apenas com um orifício no meio e polvilhados com açúcar. Confira abaixo alguns locais na capital russo que servem o doce autêntico da Rússia:

1. Ostankino 

À primeira vista, essa é apenas uma casa rosada e estranha. No entanto, ali está o mais famoso “pontchikovaia” (local que vende “pôntchiki”) de Moscou. Inaugurado em 1952, esse café situado perto do parque Ostankino é também o mais antigo da capital. Seus “pôntchiki” (dois são suficientes para se sentir satisfeito) são servidos conforme a receita e a embalagem (saquinho de papel) tradicionais. Uma dica dos veteranos é fechar o saquinho e agitá-lo bem para que o açúcar se espalhe por toda a rosquinha.

Onde encontrar: 1-ya Rua Ostankinskaya, 1A (estação de metrô VDNKh). Aberto diariamente entre 11h e 19h.

2. Parque VDNKh

Dentro do parque VDNKh, na zona norte de Moscou, existem nada menos que três pontos de venda “Te samiepontchiki” (“Exatamente aquelas rosquinhas”): dois quiosques e um café (tirando outro café localizado no shopping perto do metrô local).

Onde encontrar: o primeiro quiosque está situado próximo à entrada principal do parque; o segundo fica perto da fonte “Kâmenni tsvetok” (“Flores de pedra”); o café dentro do parque pode ser encontrado no Pavilhão №70 “Moskva”; e o de fora, fica no segundo andar do shopping VDNKh. 1-ya Rua Ostankinskaya, 55 (estação de metrô VDNKh). Abertos diariamente das 11h às 20h. Visite o site oficial

3. Sokolniki

O pequeno quiosque na viela Pesotchnaia, no parque Sokolniki, vende “pôntchiki” com açúcar, canela e chocolate, e virou uma meca para os amantes de donuts.

Onde encontrar: Sokolnichesky Val, 1 (estação de metrô Sokolniki)

4. Novy Arbat

Esse quiosque bem no centro de Moscou só oferece um tipo de rosquinha, mas os moscovitas consideram, por unanimidade, o melhor lugar para experimentar “pôntchiki”. As pessoas geralmente ficam surpresas com a qualidade das rosquinhas, sem falar do sabor original e do preço em conta – apenas 15 rublos (R$ 0,85) por unidade. Também é possível acrescentar cobertura de chocolate ou leite condensado.

Onde encontrar: Rua Novy Arbat, 7a (estação Arbatskaya). Aberto entre 8h30 e 23h. 

5. Shopping centers

Existem quatro cafés “Nash Ponchik” (“Nosso Donut”) em diferentes shoppings de bairros comerciais de Moscou. Neles você pode provar tanto o “Moskovsky pontchik” tradicional, bem como rosquinhas americanas. Para beber, escolha água gaseificada com ou sem xarope, que era bastante popular nos tempos soviéticos.

Onde encontrar: Shopping Moskvorechye, na estrada Kashirskoye, 26 (estação de metrô Kashirskaya); Shopping Kolomensky, na avenida Andropova, 23; Shopping Prazhsky Grad, na rua Kirovogradskaya, 24a (estação de metrô Prazhskaya); e no Shopping Proletarsky, na avenida Proletarsky, 2a (estação de metrô Proletarskaya). Os shopping centers de Moscou ficam abertos das 10h às 22h. Visite o site oficial.

6. À beira de estrada

Em viagens curtas ao redor de Moscou, vale a pena fazer uma parada para beliscar alguns doces. Existem, pelo menos, duas grandes redes de cafés: Pomponchik e “Vkus Detstva” (“Sabor da Infância”). Ambas preparam dois tipos de “pôntchiki” – creme tradicional e sour cream. Na difícil escolha entre eles, pegue um de cada!

Onde encontrar: para obter os endereços, visite Pomponchik e Vkus Detstva.

Deu água na boca? Você não precisa ir à Rússia para prová-los. Aqui está a receita.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies