Pôntchiki, a ‘junk food’ soviética

Em Moscou, existem até mesmo padarias especializadas nessas rosquinhas Foto:Lori/Legion Media

Em Moscou, existem até mesmo padarias especializadas nessas rosquinhas Foto:Lori/Legion Media

Para quem quer sentir o gostinho dos pôntchiki sem ter que percorrer uma distância tão grande, segue a receita.

Já preparei muita comida saudável para a Gazeta Russa: gretchka, sopa borsch, saladas... A meu ver, a dieta soviética era, em geral, bem saudável. 

Havia abundância de trigo, sopas, suco de mirtilo vermelho... Mas existia também “junk food” na dieta soviética, representada pela mortadela de Bolonha, maionese, doces e pôntchiki, espécie de donuts russos.

Na Rússia, há dois tipos de pôntchiki: os que têm orifício no meio e os que não. As rosquinhas sem orifício também podem ser recheadas.

Em Moscou, existem até mesmo padarias especializadas nessas rosquinhas. Falando sobre o assunto com minha avó, escutei uma história muito interessante dela:

“Em Moscou há muitas ‘pontchetchnie’ [as padarias especializadas nas rosquinhas] espalhadas pela cidade, e a gente gostava de visitá-las de vez em quando. Quanto a Leningrado [atual São Petersburgo], não me recordo de comer doces lá e, além disso, faz 58 anos desde a última vez que estive na cidade... Lembro-me de quando estive por lá com minha mãe... Estavam preparando o desfile de comemoração do 250º aniversário da cidade e apresentaram os líderes: Malenkov, Molotov, Kaganovitch e o ‘maria vai com as outras’ do Chepilov. Aí, de repente, houve um atraso no início das festividades, pois os líderes foram declarados do ‘grupo antipartido’. Depois eles foram readmitidos, mas já sob o governo de um novo líder, o Khruchov.”

São Petersburgo preservou mais a tradição russa dos cafés e padarias do que Moscou. Lá pode-se tomar um café comendo pôntchiki de pé em mesas altas, tradicionais nas padarias russas. Ali ainda funciona o famoso estabelecimento Sever na principal via da cidade, a avenida Névski. 

Para quem quer sentir o gostinho dos pôntchiki sem ter que percorrer uma distância tão grande, segue minha receita:

Ingredientes:

 · 1 ½ xícara de farinha;
· 2 colheres de sopa de açúcar;
· 1 colher de sopa de manteiga;
· 1 ovo;
· ½ xícara de leite;
· ½ colher de chá de bicarbonato de sódio;
· canela a gosto;
· 100 g de manteiga ou óleo (para fritar).

Modo de preparo:

Misture a farinha e o bicarbonato de sódio. Adicione um pouco de canela em pó e peneire. Em uma tigela à parte, coloque o açúcar, a manteiga e o ovo. Misture bem. Adicione lentamente o leite. Aos poucos, despeje a mistura do ovo sobre a da farinha. Sove a massa.

Com a ajuda de um rolo, estique a massa até ficar com 0,5 cm de espessura. Corte em círculos. Retire o centro de cada círculo, criando um formato de anel. Frite na manteiga quente. Polvilhe as rosquinhas com açúcar de confeiteiro antes de servir.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.