10 bondes que se tornaram símbolos de cidades russas

Evgenya Novozhenina/Sputnik
Embora os bondes nacionais fossem geralmente mais apreciados na União Soviética e na Rússia, alguns modelos estrangeiros também foram bem-sucedidos pelos russos.

1. Bonde Struve

Por incrível que pareça, o primeiro bonde elétrico do Império Russo não apareceu em São Petersburgo ou Moscou. Projetado pelo engenheiro Amand Struve, foi lançado em Kiev em junho de 1892. Antes, os bondes eram puxados por cavalos ou a vapor. 

2. MB

Este bonde foi produzido pela British Brush Electrical Engineering Company e foi muito popular em São Petersburgo no início do século 20. Estes veículos tiveram influência significativa sobre as tradições de decoração de bondes no Império Russo.

3. МS-1

Lançado em 1927, o MS-1 foi um dos primeiros bondes soviéticos. Apesar de o MS-1 e seus modelos posteriores, o MS-2 e o MS-3, terem se tornado obsoletos quando a Grande Guerra Patriótica eclodiu em 1941, eles desempenharam um papel importante no transporte civil e de cargas durante o cerco a Leningrado (atual São Petersburgo).

 4. МТV-82

Este bonde, que começou a circular em 1946, era elogiado por sua simplicidade, confiabilidade e durabilidade. Não é à toa que o MTV-82 operou em cidades soviéticas por mais de 40 anos. No início dos anos 2000, alguns deles foram convertidos em bondes de serviço e ainda podem ser vistos nas ruas da cidade.

5. LM-57

As cores brilhantes e a rica decoração da primeira versão do LM-57 conferiram a esse veículo o apelido não oficial de “Dândi” (de primeira). Apesar dos modelos mais recentes serem decorados de forma muito mais modesta, o apelido continua o mesmo.

6. Tatra T3

Produzido pela empresa tcheca de engenharia ČKD de 1960 a 1999, o Tatra T3 tornou-se o bonde mais popular da União Soviética. Mais de 11 mil deles acabaram sendo exportados para o país. Além disso, foram feitas dezenas de modificações, e diversos modelos ainda circulam em quase todas as ex-repúblicas soviéticas.

7. КТМ-5

A produção do bonde КТМ-5 começou em 1969. Com 14 mil veículos montados, trata-se do bonde mais numeroso do mundo. Tornou-se o modelo ideal para a criação de bondes especiais: bondes de carga, com sopradores de neve, rebocadores e etc.

8. 71-409

Fabricado em 2011, o 71-409 é o primeiro bonde russo com piso totalmente rebaixado. Esse modelo, bastante incomum na Rússia, foi concebido para facilitar e acelerar o embarque e desembarque de passageiros. 

9. Pesa Fokstrot (71-414)

Esse bonde é resultado da cooperação entre a Uralvagonzavod, da Rússia, e a fabricantes de veículos ferroviários Pesa SA, da Polônia. O Pesa Fokstrot foi criado especialmente para Moscou, mas também está em operação em outras cidades.

10. 71−931 Vityaz

Um dos mais novos projetos de bonde russo, o Vityaz 71-931 (Cavaleiro) surgiu em 2014. Recentemente, esses bondes de três andares, seis eixos e piso baixo passaram a integrar os sistemas de transporte de Moscou, São Petersburgo e Krasnodar.

Curtiu? Confira também os 10 melhores trólebus projetados na Rússia.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies