Cerca de três milhões de russos continuam trabalhando de casa, segundo ministro

Global Look Press
Durante o pico da pandemia, havia o dobro de pessoas em home office.

Entre 2,8 e 3 milhões de pessoas na Rússia continuam trabalhando em casa, de acordo com ministro do Trabalho russo, Anton Kotiakov. Antes da pandemia, estima-se que apenas 30 mil faziam home office no país.

Durante o pico de infecções e lockdown, este indicador atingiu 11% da população em idade ativa, isto é, cerca de 5 a 6 milhões de pessoas.

“Hoje, enquanto o mercado de trabalho se recupera, 2,8 a 3 milhões de pessoas continuam trabalhando em casa, quando a maioria das restrições foi suspensa”, disse Kotiakov ao público presente no Fórum Econômico do Leste.

O Fórum Econômico do Leste foi realizado de 2 a 4 de setembro no campus da Universidade Federal do Extremo Oriente em Vladivostok.

LEIA TAMBÉM: Por que os russos são contra a semana de trabalho de quatro dias?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies