Como os estudantes podem entrar na Rússia para o ano acadêmico de 2021/22

frantic00/Getty Images
Inscreveu-se recentemente em uma universidade russa ou está prestes a começar o próximo semestre? Confira abaixo algumas dúvidas sobre restrições impostas devido ao coronavírus.

Estou matriculado em uma universidade russa. Posso entrar livremente na Rússia?

Sim. Em 20 de agosto de 2021, o Centro de Resposta a Emergências do Coronavírus permitiu que estudantes estrangeiros de todos os países entrassem na Rússia, independentemente da retomada das conexões aéreas com essas localidades ou não.

Quais documentos eu preciso para entrar na Rússia?

Cada universidade elabora listas de estudantes estrangeiros com antecedência e as envia aos escritórios locais do Ministério da Educação e Ciência da Rússia, conforme informado no canal do Telegram da própria pasta. 

A entrada de estudantes estrangeiros na Rússia é baseada nessas listas, então, é melhor entrar em contato com o departamento de admissões de sua universidade com antecedência e verificar se eles enviaram seus dados para o ministério acima.

Além disso, você precisará de um visto de estudante, que pode ser obtido em uma embaixada ou consulado da Federação da Rússia no seu país de origem; cabe lembrar que este documento é emitido apenas para aqueles que receberam um convite de estudo de uma universidade ou do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia.

As universidades também exigem que os alunos adquiram antecipadamente um seguro médico russo, que pode ser feito on-line em uma seguradora russa. O valor anual varia de 2.000 a 14.000 rublos (R$ 140 a R$ 1.000), e as empresas mais comuns podem ser encontradas nos sites oficiais das universidades. 

Por exemplo, a Escola Superior de Economia recomenda:

RESO-Garantia

Energogarant

VSK

Lexgarant

Euroins

Pelo menos 10 dias antes de viajar à Rússia, os estudantes estrangeiros devem informar a universidade sobre a data de entrada. Um certificado de teste de PCR negativo em russo ou inglês (de preferência ambos) deve ser obtido, no máximo, três dias corridos antes da chegada à Rússia. Os alunos já vacinados em seu país de origem podem trazer um certificado de vacinação com tradução juramentada para o russo, mas este documento não elimina a necessidade do teste PCR.

Já estou na Rússia. E agora?

Depois de entrar na Rússia, você precisa fazer outro teste de covid-19 dentro de três dias. O teste rápido é realizado em aeroportos, estações de trem e laboratórios médicos terceirizados, como Gemotest, Invitro, etc. Até a confirmação de um resultado negativo, você deve se isolar em um dormitório ou apartamento alugado; durante esse período, você deve frequentar as aulas em formato on-line. Depois desse tempo, poderá comparecer ao campus.

Além disso, algumas universidades exigem certificado de vacinação de covid-19 para aulas presenciais (neste caso, o documento de seu país de origem também será válido). Se você não tiver um certificado, poderá se inscrever para vacinação em sua universidade na Rússia.

LEIA TAMBÉM: 10 universidades russas de tirar o fôlego

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies