Quem pode viajar para a Rússia em 2021?

Getty Images
Cidadãos de alguns países já podem visitar país como turistas — mesmo aqueles que necessitam de visto. Já brasileiros, apesar do tratado de isenção, ainda não entraram na lista.

O turismo internacional está passando por tempos difíceis, mas as fronteiras estão se abrindo gradualmente, ainda que com certas restrições. A Rússia, por exemplo, está reabrindo o tráfego aéreo com muitos países e começando a emitir vistos turísticos.

Quem pode entrar na Rússia?

De acordo com o principal documento que regula a entrada na Rússia durante a pandemia, intitulado Decreto do Governo nº 635-r, apenas certas categorias de estrangeiros podem visitar a Rússia, independentemente da cidadania: diplomatas, pilotos, familiares de russos, atletas participando de competições e especialistas a convite e estrangeiros com autorização de residência na Rússia. Eles podem entrar com qualquer tipo de meio de transporte. Os cidadãos das repúblicas da Abecásia e da Ossétia do Sul também podem entrar na Rússia por meio de postos de controle terrestre e ferroviário, independentemente do propósito da viagem. 

Nenhuma restrição se aplica aos cidadãos russos: os titulares de passaportes russos podem retornar à pátria livremente. Antes de comprar a passagem, porém, é preciso preencher um formulário eletrônico especial (disponível aqui) e, ao chegar na Rússia, é preciso realizar um teste PCR contra covid-19 dentro de três dias.

Como ir à Rússia como turista?

De acordo com o decreto supracitado, os estrangeiros que podem ir à Rússia são provenientes de países com os quais a Rússia retomou voos regulares, inclusive para fins turísticos. É importante que ele chegue do país onde tem cidadania ou autorização de residência. Ou seja, um cidadão turco deve voar a partir da Turquia, enquanto um cidadão do Reino Unido apenas do Reino Unido. É proibido a esses turistas entrar na Rússia por fronteiras terrestres ou marítimas.

Em julho de 2021, a Rússia se abriu a turistas dos seguintes países: Áustria, Azerbaijão, Albânia, Armênia, Bielorrússia, Bélgica, Bulgária, Reino Unido, Hungria, Venezuela, Vietnã, Alemanha, Grécia, Egito, Índia, Islândia, Jordânia, Irlanda, Itália, Cazaquistão, Catar, Chipre, Quirguistão, Coreia, Cuba, Líbano, Luxemburgo, Ilhas Maurício, Maldivas, Malta, Marrocos, México, Emirados Árabes Unidos, Portugal, Arábia Saudita, Macedônia do Norte, Seichelles, Sérvia, Singapura, Síria, Estados Unidos , Tajiquistão, Turquia, Uzbequistão, Suíça, Sri Lanka, Etiópia e Japão.

Para embarcar no avião, é preciso apresentar um teste PCR negativo para covid-19 em inglês ou em russo, feito no máximo 72 horas antes de entrar na Rússia. Crianças menores de dois anos não precisam fazer o teste. Não há quarentena para turistas com testes negativos.

Os cidadãos da União Econômica da Eurásia (Armênia, Bielorrússia, Quirguistão e Cazaquistão) são obrigados a instalar um aplicativo para celular chamado "Viajar sem covid-19" e inserir os resultados do teste no aplicativo.

Na Rússia, é necessário usar máscara em locais públicos, inclusive em todos os meios de transporte público e centros comerciais. O uso de máscara na rua, ao ar livre, não é obrigatório.

Como receber o visto?

A Rússia tem suas próprias regras de emissão de vistos, que diferem de país para país. Essas regras podem ser encontradas no site da Embaixada da Rússia ou no consulado de seu país. Caso o turista já tenha um visto para a Rússia, ele pode entrar no país livremente. Se você precisar de um novo visto, será necessário solicitá-lo no consulado ou na embaixada em seu país. 

Os vistos turísticos valem por um período de até seis meses, caso haja uma reserva de hotel confirmada.

Cidadãos de 52 países, incluindo todos os países da União Europeia, Japão e China, podem entrar no país com o visto eletrônico, que pode ser emitido em apenas quatro dias, sem a necessidade de apresentar documentos que comprovem o propósito da viagem. (Mais sobre essa categoria de vistos aqui).

Em muitos países, ainda existem restrições à saída para fins turísticos, portanto, ter um visto russo não garante que você terá permissão para deixar seu país. 

LEIA TAMBÉM: Para quais países a Rússia fornece Sputnik V?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies