Quais cidades russas têm metrô?

Legion Media
Apenas sete cidades do país têm suas próprias linhas e uma oferece serviço de trem subterrâneo de alta velocidade. Por quê?

A construção do metrô na Rússia não foi uma tarefa fácil, especialmente devido às condições climáticas. Nos anos soviéticos, havia muitos projetos ambiciosos — por exemplo, acreditava-se que todas as cidades com mais de um milhão de habitantes deveriam ter seu próprio metrô.

No entanto, quando da queda da URSS, em 1991, apenas 13 cidades nas ex-repúblicas soviéticas tinham metrô (além da Rússia, tinham metrô a Ucrânia, a Bielorrússia, a Geórgia, a Armênia, o Azerbaijão e o Uzbequistão). Na década de 1990, a construção de novas linhas foi suspensa. Hoje, na Rússia, sete cidades têm metrô — apesar de vários projetos inacabados.

Moscou

Estação Komsomolskaia.

Embora os planos para o metrô de Moscou datem da década de 1870, ele só surgiu na era soviética. A primeira linha foi inaugurada em 15 de maio de 1935. Mesmo durante a Grande Guerra Patriótica (como os russos chamam a Segunda Guerra Mundial), o metrô de Moscou esteve em pleno funcionamento: durante o dia, transportava passageiros e, à noite, funcionava como abrigo antiaéreo. Hoje, o metrô de Moscou é um dos maiores da Europa, com 278 estações, e recebe 9 milhões de passageiros diariamente.

Os interiores das estações de metrô da capital são tão bonitos estão entre as principais atrações russas para turistas locais e estrangeiros. Revestimentos de mármore incríveis, lustres de encher os olhos, vitrais, mosaicos etc. podem dar a impressão de que se trata de um palácio, e não do transporte público!

São Petersburgo

Estação Avtovo.

O segundo sistema de metrô da Rússia foi inaugurado em 1955. Por se tratar de uma cidade portuária repleta de canais, o terreno é bastante difícil e a maioria de suas estações teve que ser escavada muito abaixo da superfície do solo.

A mais profunda delas é a Admirálteiskaia, localizada 86 metros abaixo da superfície. A moradora local Irina Efros diz que esta é sua estação favorita: “Tem uma decoração incrivelmente bonita, dedicada a temas navais. Você pode passar uma meia hora apenas olhando para os painéis de mosaico!”

Uma característica exclusiva do metrô de São Petersburgo é que ele é o único sistema de metrô da Rússia com portas fixas às plataformas para evitar que passageiros caiam nas ferrovias.

Níjni Nôvgorod

Estação Lênin.

Este pequeno sistema de metrô foi inaugurado em 1985. Ele tem apenas duas linhas e transporta 115.000 pessoas por dia (embora a cidade tenha mais de 1,2 milhão de moradores). “Em Níjni Nôvgorod, as linhas passam pelo centro da cidade, mas não chegam a áreas residenciais. Portanto, o metrô tem pouca demanda”, diz Pável Zuzin, do Instituto de Economia dos Transportes da Escola Superior de Economia.

Há planos para se construir, em um futuro próximo, novas estações do outro lado do rio Oká.

Novossibírsk

Estação Marchala Pokrichkina.

O único metrô da Sibéria foi inaugurado em 1986 e é considerado o terceiro mais movimentado da Rússia, mesmo tendo apenas 13 estações. Algumas das estações do Metrô de Novossibírsk têm saídas diretas para edifícios residenciais: os apartamentos ficam sobre as entradas no andar térreo.

Novossibírsk também tem a ponte do metrô mais longa do mundo (2.145 metros), que cruza o rio Ob (a parte que fica sobre o rio tem 896 metros).

Samara

Estação Gagárin.

Nesta cidade de mais de 1,1 milhão de habitantes, existe apenas uma linha de metrô, com dez estações, inaugurada em 1987. Por lá, este transporte não é muito popular, mas as estações em si merecem atenção. Elas são decoradas com belos mármores e afrescos temáticos.

Por exemplo, a majestosa estação Pobêda é dedicada à vitória na Grande Guerra Patriótica, a futurística Estação Gagárin, à exploração espacial, enquanto a modernista Estação Sportívnaia, às conquistas esportivas do país.

Ekaterimburgo

Estação Botanitcheskaia.

O único sistema de metrô dos Urais fica na cidade de Ekaterinburgo. Ele foi inaugurado em 1991, embora a construção tenha começado em 1980. O metrô conecta a usina Uralmach com o centro histórico e as áreas residenciais. Ele tem uma linha e nove estações (é um dos menores metrôs do mundo), mas transporta mais de 90.000 passageiros por dia. Junto com os modernos sistemas de pagamento como cartões de crédito e Apple Pay, os antigos “tokens” do metrô de Moscou também são usados ali, o que causa uma nostalgia constante nos turistas da capital.

Kazan

Estação Kremlevskaia.

O mais novo sistema de metrô russo foi inaugurado em 2005. Ele também tem apenas uma linha com 11 estações, que conecta áreas residenciais e industriais. O metrô de Kazan tem um “sabor nacional” interessante: todas as inscrições estão tanto na língua tártara, como na russa, e algumas estações são decoradas no estilo local — como, por exemplo, a estação Kremlevskaia. Kazan também planeja lançar o primeiro metrô sem motorista do país em 2025.

Volgogrado

Estação Praça Lênin.

Nesta cidade do sul, os passageiros usam meio de transporte incomum para a Rússia, chamado de “metrotram” (metade metrô, metade bonde). Desde 1984, um bonde de alta velocidade está em operação, mas algumas de suas estações ficam no subsolo e parecem verdadeiras estações de metrô. Essas estações também são decoradas com grandes e lindos lustres, abóbadas e detalhes em mármore, assim como os clássicos metrôs soviéticos!

Metrôs inacabados

Várias cidades russas iniciaram a construção de sistemas de metrô, mas, atualmente, não os concluíram.

Na cidade de Tcheliábinsk, nos Urais, foram construídas duas estações e vários túneis, mas a construção foi interrompida por falta de dinheiro. A prefeitura considera a possibilidade de um bonde de alta velocidade, em vez de metrô.

Metrô em Tcheliábinsk.

Em Krasnoiarsk, a construção do metrô tem sido ovacionada, mas os prazos são adiados o tempo todo. Atualmente, a data de estreia esperada é 2024. Mas isso também não é certeza.

Estação inacabada em Omsk.

Na cidade siberiana de Omsk, vários túneis e trilhos de trem e versões de estações foram construídos e um deles foi até inaugurado. Mas a construção cessou, a estação foi abandonada e se tornou uma atração local.

A construção de um metrô também foi planejada em Perm, Rostov-no-Don e Ufá, mas, no momento, foi considerada impraticável e os planos foram arquivados indefinidamente.

LEIA TAMBÉM: ‘Que horas fecha?’ e outras curiosidades sobre o metrô de Moscou

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies