“Moscou vai derrotar o coronavírus em, no máximo, seis meses”, diz prefeito da capital russa

Global Look Press
Declarações foram feitas por Serguêi Sobiânin em 28 de agosto durante reunião pedagógica.

“Tenho certeza que, nos próximos meses, pode ser que nos próximos seis, no máximo, derrotemos o coronavírus. Cientistas da Rússia e de todo o mundo, incluindo os de Moscou, estão trabalhando para isso. Uma vacina eficaz, medicamentos eficazes e também tecnologia médica estão sendo desenvolvidos. A primeira vacina russa já apareceu e foi registrada, e acredito que algumas análogas surgirão em breve”, disse o prefeito na inauguração do conselho pedagógico de Moscou, em 28 de agosto.

Nesta semana teve início na capital russa o cadastramento de voluntários para testar a nova vacina contra o coronavírus, Sputnik V; o cadastro é feito pelo portal da Prefeitura. Em Moscou, a tendência de queda permanece, e a taxa de novas infecções diminuiu 6,3% nas últimas duas semanas.

LEIA TAMBÉM: Brasil poderá produzir vacina russa contra coronavírus para toda América Latina

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies