Rússia enviará 40 toneladas de medicamentos para Venezuela

Ministerio de Asuntos Exteriores de Rusia/Global Look Press
País já mandou a Caracas 30 mil testes para detectar o coronavírus entre março e abril.

Em 9 de maio, a  Rússia deve entregar mais de 40 toneladas de medicamentos à Venezuela, disse à agência de notícias Ria Nóvosti o embaixador russo em Caracas, Serguêi Mélik-Bagdassarov.

“Pretendemos continuar a cooperação russo-venezuelana na área de saúde, que é baseada em uma sólida estrutura jurídica de relações bilaterais e na satisfatória experiência dos anos anteriores. Já fornecemos, em março e abril deste ano, 30 mil testes para detectar o coronavírus", declarou o embaixador russo.

"O próximo lote incluirá medicamentos vitais para um grande grupo de venezuelanos que deles precisam e será enviado seguindo as obrigações contratuais existentes. Quanto aos nomes de medicamentos específicos, esperaremos a chegada da carga", disse.

Segundo o diplomata, foi realizada, em 24 de abril, uma videoconferência entre os chefes da pasta da Saúde dos dois países.

"Os ministros discutiram diversas questões práticas e determinaram as áreas e formas de interação mais significativas durante a pandemia do coronavírus. Pretendemos continuar os contatos, mesmo que em formato de videoconferências", completou.

LEIA TAMBÉM: 75% dos russos apoiam isolamento e medidas do governo para combater o coronavírus

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies