OMS inicia testes com nove vacinas russas contra covid-19

Um laboratório anunciou que testes com humanos devem se iniciar em junho.

Um laboratório anunciou que testes com humanos devem se iniciar em junho.

Sergey Vedyashkin/Moscow Agency
Todas estão em ensaios pré-clínicos no país e são consideradas promissoras pela Organização Mundial de Saúde.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) incluiu em sua lista de vacinas promissoras contra o coronavírus nove das que foram produzidas por virologistas russos.

Seis dessas vacinas foram desenvolvidos pelo Centro Vektor; duas, pela empresa farmacêutica Biokad; e uma, pelo Instituto Científico de Virologia e Biotecnologia de São Petersburgo.

As vacinas desenvolvidas pelo Centro Vektor foram criadas com base em vacinas contra o vírus Ebola, o vírus do sarampo e a influenza A, segundo o Centro de Controle do Coronavírus da Rússia.  A vacina do Instituto Científico de São Petersburgo é composta por proteínas recombinantes e nanopartículas.

No total, a lista da OMS tem ainda 83 vacinas, 77 das quais – entre essas, as russas – estão em ensaios pré-clínicos e 6, em ensaios clínicos em seres humanos.

De acordo com o médico-chefe do Centro de Controle do Coronavírus, Aleksandr Miasnikov, os ensaios pré-clínicos realizados pelo Ministério da Saúde da Rússia podem terminar no final de maio, mas as datas podem mudar.

No início desta semana, os especialistas do Centro Vektor declararam que pretendem iniciar os ensaios clínicos da nova vacina em junho, mas ainda aguardam permissão do Ministério da Saúde.

LEIA TAMBÉM: Rússia enviará a Venezuela novo lote de testes para detectar coronavírus

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies