8 grandes feriados celebrados pelos russos

Preocupado com o fato de seu amigo ou amiga russa não ter respondido à sua mensagem? Talvez, eles estejam celebrando alguma coisa. Descubra em que dias os russos colocam as barbas de molho e o que desejar ao lado da palavra “feliz”.

Assim como o Brasil, a Rússia possui 8 grandes feriados. No entanto, diferentemente da realidade brasileira, se um feriado oficial cai no fim de semana, ele é automaticamente transferido para a segunda-feira. É importante notar que nesses dias, as passagens para a Rússia podem ficar mais caras, e as ruas estarão lotadas.

31 de dezembro e 1º de janeiro: Ano Novo

Enquanto metade do mundo celebra o Natal em 25 de dezembro, os russos celebram a data no fim do ano. No entanto, quando chega o dia, 31 de dezembro é o começo de mais do que um grande feriado – trata-se de um grande culto. Parte indispensável do ritual é preparar uma bacia enorme de Salada Olivier, também conhecida como salada russa, enquanto se assiste ao filme soviético Ironia do Destino (1975), exibido em todos os canais do país na data. De acordo com levantamentos do Centro de Pesquisas de Opinião Pública da Rússia (VTsIOM), 96% dos russos celebram o Ano Novo. 

A grande festa é seguido por mais uma semana de folgas oficiais, e os russos se acabam na véspera de Ano Novo, pois sabem que terão tempo mais que suficiente para superar a ressaca. Em 7 de janeiro, muitos russos também celebram o Natal ortodoxo com a família; no entanto, após décadas sob a URSS, quando os feriados religiosos foram cancelados, esse hábito não está enraizado em todos os círculos.

Para entender melhor como se celebra (e sobrevive) ao Ano Novo em estilo russo, aqui está um guia completo. 

23 de fevereiro: Dia do Defensor da Pátria

A partir de 1922, essa data era celebrada como o Dia do Exército Vermelho (mais tarde, Soviético). Como todos os homens da URSS tinham que prestar serviço militar, rapidamente passou de uma celebração para soldados a um “dia dos homens” em geral – até mesmo os meninos no jardim de infância acabam sendo parabenizados.

As mulheres se torturam para escolher o presente ideal , mas a piada geral é que será “mais um creme de barbear ou para de meias”. Em empresas, é comum organizar festas no escritório e preparar surpresas; alguns homens vestem uniformes militares.

Se quiser parabenizar um homem neste feriado, diga-lhe quão forte e corajoso ele é, e deseje algo mais vigoroso do que um “que todos os seus sonhos se realizem”.

8 de março: Dia Internacional da Mulher

Este é o dia que mantém a maioria dos floriculturas na ativa. As tulipas, o arauto da primavera, são favoritas nesta data. Lembre-se de dar às mulheres russas um número ímpar de flores (números pares são para cemitérios, segundo a tradição no país).

A história desse feriado está intrinsecamente ligada à luta pelos direitos das mulheres: neste dia, no ano revolucionário de 1917, operárias de fábrica participaram de uma grande manifestação em Petrogrado (atual São Petersburgo) e, quatro dias depois, o tsar Nicolau 2º concedeu às mulheres direito de votar.

Mas, apesar de seu passado feminista, a encarnação russa do feriado adere ao princípio tradicional de parabenizar mães e esposas com elogios – e flores, como dito.

Páscoa (data varia conforme calendário)

Embora a Páscoa não seja um feriado oficial na Rússia, trata-se de um dia de folga para todos pelo fato de cair no domingo. Este é, talvez, o feriado ortodoxo mais amado pelos russos – celebrado por 82% dos moradores do país, contra 77% no Natal.

A Páscoa significa o fim da Quaresma, de modo que, para os mais religiosos, é também o dia de romper o jejum. O tradicional bolo de Páscoa russo conhecido como kulitch e ovos decorados são levados à igreja no Sábado Santo para serem benzidos antes de consumi-los no domingo.

Veja aqui as diferenças entre a Páscoa Ortodoxa e Católica/Protestante. 

1º de maio: Primavera e Dia do Trabalho

As pessoas que cresceram na União Soviética lembram-se desse feriado com nostalgia, pois costumava ser mais esperado do que o Ano Novo. Os desfiles do dia 1º de maio eram eventos alegres com muitas canções e flores.

O regime soviético acabou, mas a alegria dos primeiros dias da primavera permanece. Os russos costumam ter de quatro a cinco dias de folga no início de maio, e as pessoas os usam para ir às datchas e relaxar no campo.

9 de maio: Dia da Vitória

Este feriado, celebrado por 95% da população russa, é o segundo mais popular depois do Ano Novo. A manhã sempre começa com a tradicional parada militar na Praça Vermelha na TV. As pessoas não deixam de parabenizar os veteranos, especialmente seus parentes (a Grande Guerra Patriótica afetou quase todas as famílias).

Os filmes de guerra soviéticos também são exibidos na TV durante o dia todo. Além disso, uma nova tradição apareceu desde 2015: o desfile do Regimento Imortal. As pessoas carregam fotos de parentes que lutaram na linha de frente na Segunda Guerra Mundial, e eventos de recordação acontecem por todo o país. 

12 de junho: Dia da Rússia

O Dia da Rússia é um feriado relativamente novo, que começou a ser celebrado oficialmente apenas em 1992. Neste data, foi adotada a Declaração de Soberania Estatal da Rússia, tornando o país efetivamente independente da URSS.

Segundo uma pesquisa do VTsIOM, o feriado é celebrado por 54% da população russa; para o resto, significa apenas um fim de semana prolongado no verão.

4 de novembro: Dia Nacional da Unidade

Este é o mais novo feriado para os russos, comemorado desde 2005. O aniversário oficial da Revolução de Outubro de 1917 era celebrado em 7 de novembro, mas acabou sendo eliminado após o colapso da União Soviética.

No entanto, os velhos hábitos custam a morrer, e as pessoas já estavam psicologicamente preparadas para um dia de folga no início de novembro. Além disso, as férias escolares geralmente acontecem na primeira semana deste mês.

A história do Dia Nacional da Unidade está conectada com o Tempo de Dificuldades

e a invasão polonesa em 1612. Os heróis Kuzma Minin e Dmítri Pojárski (representados em um monumento na Praça Vermelha) lideraram as forças do Império Russo e libertaram as terras de Rus da República das Duas Nações.

Convenientemente, isso ocorreu no início de novembro.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies