As melhores bandas militares russas (VÍDEOS)

Conjunto Aleksandrov.

Conjunto Aleksandrov.

Serguêi Bobilev/TASS
Estes coros e conjuntos militares farão você cantar, dançar e amar a Mãe Rússia!

Na Rússia, cada força armada tem seus próprios conjuntos musicais. Os músicos militares não só fortalecem o moral dos soldados russos, mas também do povo em geral em seus shows. E a glória de alguns desses cantores e dançarinos já viralizou mundo afora pela internet! Eis estão as bandas militares russas mais famosas da atualidade:

1. Conjunto Aleksandrov do Exército Vermelho

O lendário Conjunto Aleksandrov do Exército Vermelho é uma das maiores bandas militares da Rússia. O primeiro coro do Exército Vermelho tinha apenas 12 artistas em 1928, mas, em meados da década de 1930, já contava com 300! Seu fundador, o general Aleksandr Aleksandrov, foi quem escreveu o hino soviético e muitas canções de guerra famosas.

Durante a Segunda Guerra Mundial, seu conjunto se apresentou nas linhas de frente mais de 1.500 vezes. Aleksandrov morreu em 1946, em Berlim, onde estava em turnê, um ano após o final da guerra.

Em 2016, um acidente com o grupo levou à morte de 64 músicos e seu líder no trágico desastre do avião Tu-154, que sobrevoava o Mar Negro. O conjunto estava a caminho da base russa na Síria. No entanto, o Conjunto Aleksandrov do Exército Vermelho continua a se apresentar na Rússia e no exterior.

2. Coro policial russo

O título oficial desta banda é “Grupo Acadêmico de Música e Dança Rosgvardia”. Ele é o conjunto da Guarda Nacional e do Ministério do Interior russo.

Fundada em 1973, esta banda tem dançarinos, orquestra, conjunto infantil e um coro de 70 vocalistas que trabalham na polícia russa ou na Guarda Nacional.

O coro é famoso por suas interpretações de sucessos internacionais, como “Get Lucky” e “Last Christmas”.

3. Conjunto do Distrito Militar Ocidental

O Conjunto do Distrito Militar Ocidental foi criado em 1929 na Casa do Exército Vermelho de Leningrado. A banda tinha apenas seis cantores, dois dançarinos, um acordeonista e um recitador, mas logo ganhou dezenas de novos artistas.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o grupo realizou mais de 2.000 concertos para os defensores de Leningrado, entre eles, os da linha de frente. Na década de 1960, o conjunto fez turnês no exterior para países como Áustria e Cuba. Três vezes (em 1982, 1984 e 1986) os músicos foram ao Afeganistão, onde realizaram cerca de 50 concertos para os soldados. Em 1986 e 1987, eles cantaram para os do desastre de Tchernóbil. O conjunto foi laureado em concursos e festivais internacionais de música.

4. Conjunto das Forças Aerotransportadas

A banda dos “Boinas Azuis” foi fundada em 1937. Desde os primeiros dias da Grande Guerra Patriótica (como é chamada a participação russa na Segunda Guerra), os músicos se apresentaram na linha de frente, de Stalingrado a Berlim. No vitorioso ano de 1945, com as unidades de combate do Exército de Guardas, o conjunto entrou em Berlim e, às 9h do dia 3 de maio, deu um concerto nas escadarias do Reichstag derrotado.

Nos anos subsequentes, a banda fez turnês por muitas cidades da Alemanha e da União Soviética, Tchecoslováquia, Polônia, Hungria e outros países europeus. Em 1994, o conjunto foi transferido da Alemanha para Moscou. Hoje eles dão mais de 100 shows por ano na Rússia e no exterior.

5 . Conjunto das Forças Estratégicas

O conjunto de música e dança “Krásnaia Zvezdá” (“Estrela Vermelha”) das Forças de Mísseis Estratégicos foi estabelecido em junho de 1977.

Os principais concertos aconteceram em cidades militares remotas onde estavam localizados soldados com mísseis e nas zonas de guerra mais instáveis: Afeganistão e Tchetchênia.

Hoje, o “Krásnaia Zvezdá” faz turnês pela Rússia e pelo exterior e também grava seus próprios álbuns e videoclipes.

6. Conjunto da Frota do Báltico

Fundado em 1939 em Leningrado, o Conjunto da Frota do Báltico trabalhou em estreita colaboração com compositores e poetas soviéticos criando canções para militares da marinha. Durante a Grande Guerra Patriótica, os artistas do conjunto participaram da defesa das Ilhas Moonsund.

Durante todos os 900 dias do cerco de Leningrado, eles estiveram na cidade, atuando para seus residentes e na linha de frente. Durante os anos de guerra, o conjunto realizou cerca de 2.500 concertos. Quase um terço de seus membros morreu durante esse tempo. Desde 1953, o Conjunto da Frota do Báltico está localizado na região mais ocidental da Rússia, o exclave de Kaliningrado.

7. Conjunto da Frota do Mar Negro

O primeiro coro de marinheiros russo foi fundado em Sevastópol, em 1903, por Fiódor Tchaliapin. Seus membros posteriormente entraram no Conjunto da Frota do Mar Negro em 1932. Como outros músicos, eles se apresentaram para marinheiros durante os anos de guerra, dando mais de 2.000 concertos.

Em 1945, o conjunto se apresentou diante dos participantes da histórica conferência de Ialta. Os músicos se apresentam em salas de concerto, mas também nos conveses de navios de guerra. O público aprecia principalmente as canções e danças dos marinheiros.

LEIA TAMBÉM: As 10 melhores músicas soviéticas sobre a Segunda Guerra Mundial

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies