As 10 melhores músicas soviéticas sobre a Segunda Guerra Mundial

TASS
Essas músicas são populares até hoje e transmitem perfeitamente os sentimentos das pessoas que sobreviveram à guerra mais brutal da história humana.

1. "Não vamos para casa há muito tempo"

A letra original desta canção escrita em maio de 1945 era: "Na Alemanha, na Alemanha, em uma terra maldita". Mas, depois que a guerra terminou, decidiu-se mudar "maldita" para "distante".

2. “Marcha dos artilheiros”

Escrita em 1943, esta música se tornou imediatamente popular e é dedicada ao Deus da Guerra, isto é, à artilharia. Após o início do processo de desestalinização na URSS (a partir de 1953), a letra "Artilheiros, Stálin deu a ordem" foi alterada para "Artilheiros, as ordens são exatas".

3. "Um tempo na estrada"

Esta música foi escrita para um dos filmes soviéticos mais amados de todos os tempos, “Demora Celestial” (1945), que conta a história de três pilotos que são melhores amigos e juram não se apaixonar até o fim da guerra. Mas seus planos caem por terra depois de eles encontrarem um esquadrão feminino de aviação.

4. "Smuglianka"

Considerada uma das canções soviéticas mais populares da Segunda Guerra Mundial, "Smuglianka" ("Morena") foi escrita antes da guerra. Ela surgiu em 1940 e conta a história de uma garota moldava que se uniu aos partisãos durante a Guerra Civil Russa (1918-1922).

Mas ela também se encaixa perfeitamente no cenário da Grande Guerra Patriótica. O "renascimento" de sua popularidade ocorreu em 1973, quando ela ressurgiu em um dos melhores dramas de guerra, intitulado “Somente os velhos vão para a batalha”.

5. "Chama Eterna"

Esta música foi escrita em 1971 para os oficiais de um filme patriótico que trata de várias gerações de uma família que dedicam suas vidas a servir a pátria. No filme, quem a canta é Vladímir Zlatoustovski, que não era cantor profissional. Apesar disso, sua atuação foi icônica.

6. "Guerra Sagrada"

A música "Guerra Sagrada" surgiu no terceiro dia após o início da invasão alemã. Ela motivou os soldados a defender a pátria e foi considerada a principal canção durante o primeiro e mais difícil período da guerra. A canção foi traduzida para diversos idiomas, entre eles o alemão, o húngaro e o polonês. Existem duas versões polonesas, uma com e outra sem menção à União Soviética.

7. "Caminhos"

Esta música foi escrita já após a guerra, no outono de 1945, para uma representação teatral. Sua popularidade foi para além do espetáculo e ela é amada ainda hoje.

8. "Escura é a noite"

Esta canção foi escrita no meio da guerra, em 1943, para o filme “Dois Soldados”, no qual foi interpretada pelo popular artista Mark Bernes. De acordo com a revista Rússki Reportiôr, em 2015, sua letra ocupava o 25º lugar no top 100 dos melhores versos poéticos da Rússia, de acordo com pesquisa com leitores.

"Escura é a noite" é a música-tema do filme “Cinzas e diamentes”, de Andrzej Wajda, do filme israelense “Dark Night” e o filme de terror sueco “Frostbite”.

9. "Katiucha"

Como "Smuglianka", "Katiucha" (diminutivo de Ekaterina) foi escrita antes da guerra, em 1938, mas se tornou popular durante o conflito. A música também é a origem do apelido de um poderoso armamento soviético: os lançadores de foguetes BM-8, BM-13 e BM-31 "Katiusha". Segundo a mesma pesquisa de 2015 da revista Rússki Reportiôr, a letra de “Katiucha” ocupava o 13º lugar entre os versos mais populares do país.

10. "Dia da Vitória"

Essa música foi criada pelo compositor David Tukhmanov, em 1975, para comemorar o 30º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazista e se tornou um verdadeiro símbolo. Nenhuma celebração do Dia da Vitória ocorre na Rússia sem tocá-la.

Na pesquisa da revista Rússki Reportiôr mencionada anteriormente, sua letra ocupa o quinto lugar entre os versos mais amados dos russos. “Esta canção parecia voltar no tempo. Apesar de escrita três décadas após a guerra, parecia que era ela quem tinha nos ajudado a alcançar a vitória!”, disse o compositor Vladímir Chainski sobre “Dia da Vitória”.

LEIA TAMBÉM: Como um soldado soviético arriscou a vida para salvar garota alemã na véspera da vitória

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies