O ‘assassino de porta-aviões’ Moskvá mostra todo o seu poder (VÍDEO)

Navio da Frota Russa do Mar Negro lança mísseis durante exercícios militares.

Conforme noticiado pela Rossíiskaia Gazeta, o navio-símbolo da Frota do Mar Negro, o cruzador antimísseis Moskvá, disparou mísseis com o sistema Bazalt. O alvo (um navio de superfície inimigo simulado) foi atingido a uma distância de 30 km.

Mais de 20 navios de guerra e navios de abastecimento da Frota do Mar Negro participaram das manobras.

De acordo com a assessoria de imprensa do Distrito Militar do Sul, o míssil P-1000 Vulkan foi lançado pela primeira vez após a revisão do cruzador Moskva, apelidado de “assassino de porta-aviões”.

Além de disparar do sistema principal de mísseis, os marinheiros do navio de guerra participaram de uma série de exercícios de treinamento.

"A tripulação do navio realizou uma série de exercícios especiais com navios da Frota do Mar Negro, assim como treinamento de defesa aérea com tripulações de aeronaves e helicópteros navais e de frota", disse o departamento militar em um comunicado.

Cabe ressaltar que as manobras e o disparo de mísseis do navio de cruzeiro Moskvá ocorreram enquanto o navio-patrulha da Guarda Costeira dos Estados Unidos, Hamilton, estava no Mar Negro.

O navio da Frota do Mar Negro carrega 16 mísseis anti-navio do sistema P-1000 Vulkan, com alcance de pelo menos 700 quilômetros. Ele também leva sistemas de defesa aérea de longo alcance do Forte S-300, capazes de proteger um esquadrão inteiro de navios de ataques aéreos inimigos.

LEIA TAMBÉM: Como será o novo bombardeiro PAK DA?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies