Exército russo é o segundo mais poderoso do mundo depois do dos EUA, segundo ranking tradicional

Xinhua/Global Look Press
Documento destaca que a Rússia reconstruiu suas capacidades militares após a crise pós-soviética e está executando vários projetos de modernização para Força Aérea e Marinha.

O país eslavo conseguiu reconstruir suas capacidades militares após a crise pós-soviética e está realizando inúmeros projetos de modernização da Força Aérea e da Marinha, de acordo com o jornal “Rossiyskaya Gazeta”, que analisou o estudo.

Ainda segundo a publicação, os resultados desse trabalho serão vistos em 2021. A Rússia conta com uma nova geração de submarinos armados com mísseis estratégicos e de cruzeiro, o que permite reduzir a diferença com os concorrentes norte-americanos.

Além do mais, o crescente poder das corvetas e de outras pequenas embarcações russas sugere que vem sendo dada atenção especial ao fortalecimento da defesa costeira.

Nas outras esferas da defesa, a Rússia continua superando os EUA em todas as categorias de armas terrestres, exceto em veículos blindado, mas permanece um pouco atrás do concorrente norte-americano quando se trata de poder aéreo.

Por outro lado, o novo caça de combate Su-57, projetado para conquistar a supremacia aérea, indica que a Rússia está colocando ênfase no desenvolvimento de meios para combater jatos norte-americanos invisíveis a radares do que na construção de seus próprios aviões furtivos.

Mais de 50 fatores são levados em consideração no estudo; entre eles, figuram não apenas a própria potência militar, mas também o orçamento de defesa, a logística e a localização geográfica. Por meio dessa fórmula única, é possível que os países menores, porém mais avançados tecnologicamente, possam competir com os maiores e menos desenvolvidos.

LEIA TAMBÉM: Quais sistemas de armas o Exército russo receberá em 2021?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies