Os 5 melhores fuzis de assalto do Exército russo

AK-308.

AK-308.

Vladimir Astapkóvitch/Sputnik
Dá medo só de olhar para essas máquinas mortíferas!

APS subaquático

O APS (na sigla em russo, rifle de assalto submarino das Forças Especiais) foi desenvolvido nos anos 1970 especialmente para eliminar mergulhadores inimigos que minam navios em docas.

A arma dispara flechas de aço especiais de 120 mm de comprimento, de calibre de 5,66 mm. Seu cano é liso para melhorar a precisão debaixo d'água, mas fora d'água a arma é bastante imprecisa.

Em comparação com arpões, o APS tem maior poder de penetração e pode perfurar trajes de mergulhador, capacetes e sistemas de respiração.

AK-308 de maior alcance

O AK-308 é uma modificação do fuzil de assalto AK-12. Foi criado para disparar os cartuchos de calibre de .308 da Otan, desenvolvidos para fuzis de precisão. Assim, seu alcance efetivo é duas vezes maior que o dos outros fuzis de assalto russos. O AK-308 pode eliminar efetivamente inimigos a uma distância de até 600 metros.

Devido à falta de balas de calibre de .308, esta arma não é amplamente usada no Exército russo. A capacidade do seu carregador é de 20 balas, o peso do fuzil com o carregador sem cartuchos é de 4,3 kg.

O AK-308 é equipado com uma mira dióptrica e uma coronha com comprimento ajustável.

Fuzil de assalto curto AKS-74U

AKS-74u.

O AKS-74U é um fuzil de assalto de calibre de 5,45x39 mm criado para Tropas Aerotransportadas e unidades das Forças Especiais que operam em espaços urbanos.

A arma tem a metade do comprimento de sua predecessora, a AK-74M. Devido ao cano curto, o fuzil AKS-74U é menos preciso e tem baixa capacidade balística em comparação com o AK-74M. Mas, segundo os militares, é ótimo para tiros curtos, com distância de 50 a 100 metros.

Embora o recuo da arma seja muito forte, graças a suas dimensões, sua ergonomia é uma das melhores da classe.

O poderoso SHAK-12

SHAK-12.

O SHAK-12 é um fuzil de assalto que tem a configuração bullpup, onde o gatilho se encontra à frente do carregador de munição. Ele é considerado o fuzil mais poderoso da Rússia e dispara balas de calibre de 2,7х55 mm.

A arma foi desenvolvida em 2017 especialmente para subunidades das Forças Especiais “Spetsnaz” do FSB (Serviço de Segurança Federal, órgão que substituiu a KGB).

O armamento foi projetado para combate próximo em ambientes urbanos e pode perfurar blindagem pesada e paredes de tijolos, sendo mais eficaz a distâncias de até 100 metros.

Além disso, o fuzil pode ser carregado com munições perfurantes capazes de atingir alvos a uma distância de até 300 metros.

O SHAK-12 também pode ser equipado com um silenciador, lançador de granadas e miras ótica ou colimadora nos trilhos Picatinny.

Apesar do poder do rifle, a arma tem desvantagens significativas, como o recuo e a precisão de tiro.

AK-12

O AK-12 é o principal fuzil de assalto do Exército russo e recebeu diversas melhorias ergonômicas para torná-lo uma das armas mais confortáveis do mundo.

Ele tem uma coronha dobrável lateralmente retrátil, confortável para a antropometria de qualquer usuário. Segundo os militares, é muito simples ajustar a arma em qualquer circunstância: vestindo o colete balístico, na lama ou debaixo de chuva.

O AK-12 também recebeu carregadores em forma de caixa, com capacidade para 30 a 60 cartuchos, e carregadores tipo tambor, com capacidade para 95 cartuchos. Devido à nova forma dos carregadores, os soldados podem ver quantos cartuchos já foram disparados.

O fuzil recebeu trilhos Picatinny integrados para a instalação de equipamentos adicionais e tem mira mecânica, com uma linha de pontaria mais extensa.

A arma pode disparar em fogo seletivo, ou seja, tiros ininterruptos, tiros automáticos e rajadas curtas de dois ou três tiros.

LEIA TAMBÉM: Quais sistemas de armas o Exército russo receberá em 2021?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies