Os 10 edifícios mais bonitos de Níjni Nôvgorod (FOTOS)

Legion Media
Fundada em 1221, Níjni Nôvgorod rapidamente se tornou uma das cidades russas mais proeminentes: centro comercial e industrial, assim como destino cultural. Atualmente, ela é a quinta maior cidade da Rússia, com uma população de mais de 1, 2 milhão de pessoas.
  1. Krêmlin de Níjni Nôvgorod

O Krêmlin (fortaleza) de Níjni Nôvgorod fica no centro histórico da cidade. Embora existisse uma fortaleza de madeira ali muito antes da atual, a construção do Krêmlin de pedra se iniciou no ano de 1500. As paredes restantes da antiga fortificação de madeira acabaram destruídas por um incêndio, em 1513.

A fortaleza tinha uma guarnição permanente com sólidas armas de artilharia, visto que serviu como importante posto militar avançado para Moscou durante a campanha militar contra o canato de Cazã.

Hoje, a estrutura monumental abriga a prefeitura e a direção provincial, e uma parte do muro de pedra do Krêmlin está aberta para turistas.

  1. Edifício principal da Feira de Níjni Nôvgorod

Segundo algumas fontes, a feira anual realizada ali data de 1524. Ela foi criado pelos príncipes de Moscou para competir com uma feira realizada na capital tártara, Cazã. Em seu auge, a feira foi um dos maiores centros comerciais do país, contando com a presença de comerciantes até da Índia, da Ásia Central e do Irã.

O prédio atual foi construído em 1817. Originalmente, ele abrigava os apartamentos do governador, juntamente com instituições oficiais fundamentais para o funcionamento da feira. Hoje, a feira também é realizada anualmente, embora em menor escala, em comparação com o comércio que ocorria ali alguns séculos atrás.

  1. Edifício do Banco Estatal

Este magnífico edifício foi construído em 1913 para celebrar o tricentenário da dinastia Românov. O imperador Nicolau 2° chegou até a visitar o local, em 17 de maio de 1913. A decoração de interiores é tão rica quanto sua bela fachada, projeta no estilo arquitetônico “neorrusso”, comum nos extravagantes edifícios do final da era tsarista. As paredes internas do prédio foram pintadas seguindo os esboços do artista russo Ivan Bilibin.

  1. Teatro de Drama de Níjni Nôvgorod

O edifício original erigido no local em 1798 era mais modesto, descrito na época como escuro e desajeitado. Ele hospedava um teatro onde os atores eram servos. Mas, em 1896, um proeminente arquiteto russo de origem alemã chamado Victor Schröter projetar o novo edifício do teatro, que é, sem dúvida, um dos mais bonitos da cidade.

  1. Museu Górki

Esta é uma das poucas mansões remanescentes do século 19 em Níjni Nôvgorod a preservar o interior original. Ela também foi declarada um monumento oficial da história e da cultura russa.

Originalmente, a mansão pertenceu a um comerciante, mas foi transformada em um museu dedicado a um dos mais célebres escritores soviéticos, Maksím Górki, em 1934. Entre 1932 e 1990, sob o governo soviético, a própria cidade passou a ser chamada oficialmente de “Górki”, como maneira de homenagear o escritor.

  1. Catedral do Velho Mercado Spasski

A catedral foi construída entre 1816 e 1822. O arquiteto classicista francês Auguste de Montferrand, responsável também pela Catedral de Santo Isaac e pela Coluna de Alexandre, em São Petersburgo, ajudou a projetar este belo edifício. A  catedral é chamada de “Catedral do Velho Mercado” porque, inicialmente, foi construída em benefício da Feira de Níjni Nôvgorod.

Hoje, ela é uma catedral em pleno funcionamento. Em 2009, foi construído próximo a ela um monumento a um anjo, dedicado aos liquidadores do desastre de Tchernóbil, ou seja, os civis e militares destacados para limpar o local do desastre nuclear de 1986.

  1. Propriedade de Rukavichnikov

Esta propriedade familiar foi construída em 1877 por Serguêi Rukavichnikov, um dos mais ricos industriais de Níjni Nôvgorod à época. A propriedade da família se assemelha a um palacete, já que sua fachada é decorada com baixos-relevos e seu interior, com pródigos afrescos.

Hoje, o edifício abriga o Museu Estatal de História e Arquitetura de Níjni Nôvgorod.

  1. Casa Sirotkin

Este edifício foi construído pouco antes da Revolução Russa, entre 1913 e 1916, por ordem do famoso armador e comerciante Dmítri Sirotkin. Os arquitetos escolheram um estilo clássico, com típicas semirrotundas. Após a Revolução, o patrimônio da cidade foi nacionalizado e o edifício foi transformado em museu.

Atualmente, o prédio abriga uma coleção de arte da Europa Ocidental de propriedade do Museu de Arte Estatal de Níjni Nôvgorod. A pintura mais conhecida e preciosa ali é "O apelo de Mínin aos cidadãos de Níjni Nôvgorod", de Konstantín Makóvski.

“Apelo de Mínin aos cidadãos de Níjni Nôvgorod”, de Konstantín Makóvski.
  1. Igreja da Natividade

O nome oficial deste edifício é “Igreja da Natividade da Virgem Maria”, mas ele é chamado popularmente apenas de “Natividade” ou “Igreja Stroganov”, pois sua construção, que se estendeu de 1696 a 1719, foi patrocinada pelo comerciante Grigóri Stroganov.

Hoje, o prédio é considerado um monumento de importância federal à arquitetura.

  1. Igreja de São João Batista

Este edifício é uma das igrejas ortodoxas mais antigas da cidade. A construção original de madeira do século 15 foi refeita em pedra em 1676, com financiamento pessoal do comerciante Gavríl Dranichnikov, como gesto de compromisso com a Ortodoxia depois que sua esposa e filho se converteram aos Velhos Crentes.

Do pórtico da igreja de madeira, o herói nacional russo Kuzmá Mínin apelou aos cidadãos de Níjni Nôvgorod para libertar Moscou da invasão polonesa no início do século 17.

LEIA TAMBÉM: As 10 cidades mais QUENTES da Rússia

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies