As 10 cidades mais QUENTES da Rússia

Igor Onútchin/TASS; Vitáli Timkiv/Sputnik
País é famoso por seus invernos congelantes, mas, em alguns pontos do território russo, as temperaturas são surpreendentemente altas durante o verão. 

As pessoas que moram nessas cidades passam o verão todo como se estivessem no Nordeste brasileiro. Não acredita? Então saiba onde encontrar os pontos mais quentes da Rússia:

1. Iachkul

Cercado por estepes sem fim, este pequeno povoado (com menos de 8.000 pessoas) localizado no centro da Calmúquia é um dos lugares mais quentes da Rússia. No verão, a temperatura gira em torno de 30°C durante o dia e 25°C à noite. Em julho de 2010, os termômetros registraram nada menos que 44,4°C. Alguns dias depois, foi a vez da aldeia vizinha de Utta marcar 45,4°C. Mas, diferentemente do Brasil, nada de água de coco; os moradores locais se refrescam bebendo o tradicional chá salgado.

No inverno, a temperatura costuma ficar em torno de 0°C, mas devido aos ventos fortes, pode cair para até -30°C em uma questão de dias.

2. Volgogrado

A cidade heróica de Volgogrado (Stalingrado até 1961) surpreende com seus contrastes de temperatura. O clima na região é continental, e os dias gelados de inverno são substituídos por degelo intenso, enquanto no verão nem mesmo os ares-condicionados conseguem vencer o calor. De junho a agosto, faz geralmente de 30 a 33°C, mas às vezes a temperatura sobe ainda mais. Em 1940, por exemplo, os termômetros locais registraram 42,6°C; no mesmo ano, a temperatura mínima em Volgogrado chegou a -33°C. "Ainda me lembro de quando a luz elétrica foi cortada no meu antigo emprego e um colega esquentava o almoço em um carro no estacionamento. O termômetro dentro do veículo mostrava 70°C”, diz um ex-morador de Volgogrado. O único problema são os mosquitos que invadem a cidade.

3. Ástrakhan

Esta bela cidade ao sul do rio Volga oferece clima continental. No inverno, a temperatura pode cair até -20°C por alguns dias, depois tudo derrete e no dia seguinte novamente volta a fazer frio e nevar. No verão, o calor é de cerca de 30°C (o máximo já registrado foi 41°C, com ventos fortes. "Se você mora em algum lugar nos arredores, esteja pronto para tempestades de areia", dizem os moradores.

4. Derbente

Uma das cidades mais antigas da Rússia (os cientistas acreditam que a primeira população se instalou ali ainda no século 4 a.C.), Derbente está localizada na costa do Mar Cáspio, onde as pessoas costumam ir para se refrescar.  Mesmo na sombra, os termômetros marcam  35°C no verão. Os invernos também são bem quentes e a neve é ​​um fenômeno raro.

5. Eupatória

Esta cidade turística no oeste da Crimeia tem um clima de estepe: no verão, a temperatura permanece estável, em torno de 30-35°C (cerca de 25°C à noite). Mas é um calor bem tranquilo de aguentar, graças ao ar mais seco e a proximidade com o mar. Normalmente não neva, raramente chove, a água está sempre quente e o sol brilha quase o ano inteiro.

6. Grózni

O verão é bem quente na capital da Tchetchênia: é comum pegar mais de 35°C na sombra. Também chove raramente; ventos e tempestades de areia são muito mais comuns. Para fugir do calor, só mesmo indo para o maio da natureza ou se fechando no ar condicionado. Entretanto, no inverno, devido aos mesmos ventos, as temperaturas podem cair para -20°C.

7. Kizil

A capital de Tuvá, no sul da Sibéria, é uma das cidades mais quentes e também mais frias da Rússia. Kizil pertence oficialmente ao Extremo Norte e, no inverno, as temperaturas médias são em torno de -30°C (o mínimo registrado foi -53). No entanto, assim que chega o verão, o ar seco esquenta rapidamente, com temperaturas chegando a 30°C; as tempestades de areia também dominam. “As estações mudam bruscamente. Hoje pode estar nevando, e amanhã estará tão quente que você vai suar de bermuda e camiseta”, descreve um morador.

8. Sochi

As cidades banhadas pelo Mar Negro estão localizadas nas regiões subtropicais, e o clima nesses locais é muito popular entre os veranistas. Ao analisar a temperatura média anual, Sochi é considerada uma das cidades mais quentes da Rússia embora seu clima seja muito ameno, sem mudanças bruscas. No inverno, costuma registrar uma média de 10°C, e no verão, 30°C. Com muitos parques verdes, Sochi é cercada pelas montanhas do Cáucaso e um ótimo destino em qualquer época do ano.

9. Krasnodar

Dá para imaginar que o verão em Krasnodar dura cinco meses? Normalmente, na primavera, já começa a fazer 20°C e, em junho, as temperaturas sobem para uma média de 30°C, muitas vezes chegando a 40°C no período da tarde. “A cidade parece um forno de micro-ondas e as pessoas não querem sair de casa. Todo mundo tem ar-condicionado em todos os lugares”, dizem os locais. Os invernos na região também podem ser bastante frios.

10. Iujno-Sukhokumsk

Esta cidadezinha (com cerca de 10 mil habitantes) no Daguestão é conhecida por ser um centro de produção de petróleo. Localizada na estepe Nogai, possui clima muito seco e com bastante vento. A temperatura média anual de Iujno-Sukhokumsk é de quase 15°C. O calor do verão chega em maio e, em junho, já faz consistentemente acima de 30°C. Por outro lado, os invernos são relativamente amenos e quase sem neve.

LEIA TAMBÉM: Álbum de fotos relembra férias da família Romanov na Crimeia

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies