Mergulho no mar Negro, cachoeiras e arte de rua: o seu guia para curtir Sochi de graça

Nina Zotina/Sputnik
Vai viajar para o balneário mais famoso da Rússia? Reunimos uma lista das melhores maneiras de gastar tempo, mas não dinheiro.

Museus e objetos de arte.A cidade turística de Sochi, no sul da Rússia, tem menos atrações gratuitas para turistas do que Moscou e São Petersburgo. Mas um deles é o Museu de Arte de Sochi, cuja entrada é gratuita toda última terça-feira do mês. Entre as exposições mais ilustres estão telas dos famosos artistas russos Ivan Chichkin, Vassíli Polenov, Valentin Serov e Ivan Aivazovski. Também é possível visitar a residência de verão de Stálin, que é gratuita apenas para crianças menores de 7 anos.

Fontes com vista para o Estádio Olímpico Fisht

As Fontes Dançantes, porém, são uma instalação de arte para todos. O show anual de luzes no verão conta também com duas outras fontes: a primeira está localizada no centro de Sochi, no via Platanova; e a segundo fica em Adler, no Parque Olímpico (ao lado do monumento da chama olímpica). Esta última é a mais elogiada, já que possui uma “artilharia” de seis poderosos canhões de água, além de outros 246 mais fracos. No inverno, funciona às 18h00-18h30 e 19h00-19h30; na primavera e outono, das 19h00 às 20h00; e no verão, das 20h30 às 21h30. De qualquer modo, os interessados podem verificar a programação no site oficial do parque.

Nos arredores da cidade.Sochi é cercada por uma vasta área de conservação, com florestas antigas e dezenas de cachoeiras. Via de regra, é precisa pagar para entrar nessas reservas, mas apenas uma taxa simbólica, ou ambiental.

Cataratas de Orekhovski

A exceção são as Cataratas de Orekhovski, localizadas na vila de Plastunka, a 14 km do centro de Sochi. São de fácil acesso por ônibus (meia hora), e o caminho é uma atração à parte, passando por uma  floresta de carvalhos e castanheiros. Ao chegar, o visitante se depara com uma trilha, um café e duas fontes para se abastecer com água mineral.

Parques e áreas pedonais.A melhor atividade em Sochi é caminhar – a natureza, o clima e o ambiente descontraído são altamente propícios a passeios ao ar livre. Dê um mergulho no mar Negro, ou visite uma das seguintes atrações:

O Bulevar Histórico pode não parecer uma rua clássica, mas é uma zona para pedestres com vista deslumbrante para a baía e o porto – e com muito menos turistas do que na orla. Há lugares isolados com bancos, além de edifícios culturalmente significativos. O trajeto começa na Estação Marinha de Sochi, e a melhor hora para fazer um passeio por essa área é quando o sol está se pondo.

O Parque Riviera, o mais popular da cidade, está repleto de obras de arte de rua, dentre os quais o mais famoso é o mosaico vermelho-vivo de Lênin, que se tornou um local de peregrinação para apreciadores da estética soviética.

Estação de esqui Krasnáia Poliana

A estação de esqui Krasnáia Poliana merece uma visita, ainda que seus planos não incluam esqui ou snowboard. Vá durante o dia para apreciar a beleza das montanhas circundantes e as vistas deslumbrantes de Sochi.

LEIA TAMBÉM: 5 dicas para trocar moeda na Rússia sem cair em furada

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies