Noites Brancas e passeio nos telhados: o seu guia para curtir São Petersburgo de graça

Legion Media
Vai viajar para a capital cultural da Rússia? Reunimos uma lista das melhores maneiras de gastar tempo, mas não dinheiro.

Museus e galerias. Assim como em Moscou, a maioria dos museus e das galerias de São Petersburgo também tem um dia de entrada franca. Por exemplo, no Hermitage, Kunstkamera e no Museu de Zoologia, é na terceira quinta-feira de cada mês (também 18 de maio e 7 de dezembro no Hermitage); no Museu Naval, onde as exibições de equipamentos marítimos chegam a 13.000, é na última quarta-feira do mês (incluindo o anexo Museu do Cruzador Aurora a bordo do navio). Além disso, menores de 18 anos são admitidos gratuitamente no Museu Estatal Russo no 18º dia de todo mês. Já na Fortaleza de São Pedro e Paulo, a entrada nas dependências é sempre gratuita – isso não se aplica, porém, a prisões, túmulos e exposições. O mesmo vale para o palácio Peterhof, o “Versalhes Russo”: os parques superiores e inferiores com fontes douradas, jardins e becos tranquilos são um museu ao ar livre e tudo é de graça (é necessário ingresso apenas para entrar no edifício) .

Para quem gosta de arte moderna, uma boa pedida é o projeto Etazhi (Andares, em tradução literal), na Ligovsky Prospekt, 74. Em cinco andares, há exposições, galerias e palestras, das quais muitas têm entrada franca. Além disso, trata-se de um lugar interessante para se visitar, bem no epicentro da cultura de rua e de moda da cidade.

Entre as centenas de parques e praças de São Petersburgo, os moradores locais nutrem carinho especial pela Nova Holanda – há alguns anos, esse antigo armazém de madeira em uma ilha foi convertido em um dos espaços urbanos mais populares da cidade. Relaxe no gramado, jogue frisbee ou badminton, faça piquenique, ou aprecie a arte local (também aqui, afinal, você está em São Petersburgo).

Música. Centro da ópera e balé de São Petersburgo, o Teatro Mariinsky (conhecido localmente como Mariinka) oferece entrada gratuita todas as quartas-feiras. Os concertos de música clássica são realizados no Foyer Stravinsky, com repertório de Bach e Mozart a Britten e Gershwin. Para entrar, retire um ingresso gratuito na bilheteria. Atenção: as vagas são limitadas – apenas 170 em uma cidade de 5 milhões.

Telhados como mirantes. Qualquer peterburguense lhe dirá que as melhores plataformas de observação da cidade são os telhados de edifícios. Subir é uma atração à parte, para a qual existem diversas guias especializados.

A guided tour around the rooftops in Rubinstein Street.

A prática não é ilegal sob a legislação russa, mas os habitantes locais podem obviamente se opor. No entanto, desde que sejam tomadas precauções de segurança, é uma experiência única e recompensadora. Encontrar o telhado não será uma tarefa fácil, mas, se você conhecer alguns locais, eles certamente irão ajudá-los na missão.

Principais festivais. Um dos eventos mais atraentes de São Petersburgo ocorre no final de junho. O festival Noites Brancas (dedicado às famosas noites brancas – quando o Sol praticamente não se põe) e a formatura do ensino médio são comemorados como parte do show anual Velas Escarlates. O evento inclui apresentações gratuitas de música e balé, show de luzes e navio pirata no rio Nevá.

2019 Scarlet Sails Festival for school leavers.

Já no final de julho, a cidade celebra o Dia da Marinha, com direito a uma grande festança e um desfile espetacular de equipamentos militares ao longo do rio.

LEIA TAMBÉM: Por que São Petersburgo é considerada a capital cultural da Rússia?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies