5 motivos para vistar o parque Kolomenskoie em Moscou

Legion Media
Natureza russa, arquitetura antiga em madeira, lendas e tours de bicicleta: falta alguma razão para você descobrir este parque?

Alguns quilômetros a sudeste da Praça Vermelha, encontra-se a antiga propriedade de Kolomenskoie. Ela é enorme, com um museu-reserva de 390 hectares onde você pode passar as horas simplesmente vagando e curtindo o espírito da Rus Medieval.

1. Veja fortes de madeira raríssimos

A Torre Mokhovata.

Na Rússia, não foram muitos os fortes de madeira que sobreviveram: alguns foram destruídos pelo fogo, outros, pelo tempo.

Na realidade, há apenas alguns fortes originais de madeira restantes no mundo inteiro. Em Kolomenskoie você pode ver dois deles no Museu de Arquitetura em Madeira a céu aberto.

O primeiro é o Sumski Ostorg – ele ficava anteriormente localizado no território atualmente pertencente à Karelia e protegido pelos habitantes dos ataques suecos. Já a Torre Mokhovata foi restaurada usando desenhos antigos. Se você subir ao último andar, poderá ver como os streltsi viviam.

O segundo forte de madeira foi transportado da cidade siberiana de Bratsk e durante o século 17 funcionou como prisão para os velhos crentes, que seguiam o protopapa Avvakum.

Portões do Monastério Nikolo-Korelski.

Em Kolomenskoie, também se pode ver a incrível beleza de uma igreja ortodoxa do século 17, que foi transportada de um local na região de Arkhânguelsk e remontada ali.  Ela pode se vangloriar tanto da decoração do interior, como do exterior. Confira o lado de dentro da igreja para ver seus afrescos antigos, que ainda estão em processo de restauração.

Igreja de São Jorge.

2. Faça um tour de bicicleta (ou a pé)

Todo sábado e domingo durante o verão há passeios turísticos por ali. E não é preciso trazer a bicicleta: há um ponto de aluguel próximo ao píer. Os passeios começam às 11 da manhã e duram duas horas.

Durante este tempo, você verá o primeiro Museu Russo de Arquitetura em Madeira, aberto em 1924, o Campo do Falcão (onde o tsar Aleksêi Romanov gostava de caçar), e os restos de Diakogo Gorodische, o mais antigo vilarejo de Moscou.

Se você não curte pedalar, faça um dos passeios a pé disponíveis em inglês, francês, alemão e italiano.

  1. Acredite (ou não) em lendas

Reza a lenda que há um local misterioso que funciona como uma máquina do tempo no parque. Diz-se que, no passado, soldados e camponeses andavam pelo nevoeiro esverdeado do barranco e ressurgiam do outro lado algumas décadas depois.

Duas grandes pedras também foram dispostas no barranco, uma das quais, mais ao fundo, acredita-se que seja protetora do poder masculino, enquanto a outra, um pouco mais acima, traria felicidade às mulheres que querem ter filhos.

Acredite se quiser...

4. Explore as propriedades tsaristas

O Kolomenskoie foi mencionado pela primeira vez no século 14, e foi a residência favorita de muitos governantes russos. A ascensão da propriedade é relacionada ao reinado de Aleksêi Romanov, que construiu um lindo palácio ali.

Infelizmente, esta linda criação já não existe mais: um novo palácio está situado em outro local e foi construído usando desenhos de seu antecessor.

Reza a lenda que Pedro, o Grande teria nascido ali. Seu local de nascimento é desconhecido, mas os carvalhos locais foram batizados em sua homenagem: Petróvskie.

Aliás, eles são ótimos para se recostar e tirar uma soneca.

Podem-se encontrar ali também a única parte restante do palácio do século 19 destruído de Aleksandr I. Este pavilhão ao estilo imperial oferece uma vista incrível do rio.

5. Curta a natureza russa

Aos finais de semana, o Kolomenskoie fica cheio de gente caminhando e relaxando às margens do rio Moscou. Por isso, se você quiser um local mais isolado, vá aos belos jardins projetados no início do século 18.

Maçãs, peras, ameixas e bagas eram plantadas ali para os tsares e para vender. Mais tarde, belas aleias foram criadas para que as pessoas pudessem caminhar pelo jardim, que fica ainda mais bonito quando floresce.

Quer ir a Moscou? Então descubra tudo o que você precisa saber e descubra nossas recomendações escolhidas a dedo aqui!

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais
Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies