5 coisas que você TEM que fazer em Moscou entre os jogos da Copa 2018

Há muitos lugares que vale a pena ver em Moscou para além das partidas de futebol - o difícil é encontrar tempo para tudo!

Há muitos lugares que vale a pena ver em Moscou para além das partidas de futebol - o difícil é encontrar tempo para tudo!

Legion Media
Com a aproximação da abertura da Copa 2018 na Rússia, é importante ter uma lista do que fazer nas cidades que hospedam os jogos. Hoje, o Russia Beyond começa reunindo pontos imperdíveis na capital, Moscou, que muito antes da Copa sempre teve muito a oferecer a seus visitantes.

Os principais destinos para quem visita Moscou durante a Copa do Mundo são bastante óbvios: o estádio Lujniki e o Otkrítie Arena, ambos recebendo os jogos. Mas, muito além de grama, a gloriosa capital reserva maravilhas fora da rota hotel-estádio-hotel. Que apite o juiz!

1. Confira a nova cara da cidade

Pouco tempo atrás, a Tverskaia  era uma rua lotada de carros, mas agora ela é verde e tem calçadas mais largas, ou seja, é o lugar ideal para caminhar e apreciar o espírito do centro da cidade.

Nos últimos anos, Moscou mudou tanto que está irreconhecível. Há mais áreas para pedestres e ruas centrais, como a Tverskaia e a Nôvi Arbat, têm calçadas mais largas e são muito mais confortáveis para caminhar.

Hoje, do Kremlin ao Rodoanel do Jardim (Sadôvoe koltsô), que circunda o centro da cidade, é o lugar perfeito para passear e desfrutar de um dia ensolarado.

Considerado o

Um excelente ponto para começar a caminhada é o novo parque Zariadie, a poucos metros do Kremlin.

Seu conceito único inclui quatro zonas climáticas diferentes (recriadas artificialmente), uma ponte flutuante sobre o rio Moscou e uma filarmônica.

Estações de metrô mais próximas: Ploschad Revoliutsi e Kitai-Gorod

2. Abrace a história e a arte

O novo e o velho coexistem lado a lado em todos os cantos de Moscou. Assim, depois de visitar o Zariadie, um passo natural é atravessar a rua e se deparar com a Praça Vermelha, onde ficam a Catedral de São Basílio, o Museu de História, estátuas da era soviética e imperiais e o mausoléu de Lênin.

Cada um deles tem sua própria história, por isso é uma boa ideia reservar tempo, comprar entradas, reservar um guia e se jogar de corpo e alma.

A velha e boa (e vermelha também, claro) praça principal do país.

O mesmo se aplica ao Kremlin, a cidadela centenária dos governantes russos. Você também tem que comprar ingressos para entrar ali, mas vale muito a pena. Onde mais se podem ver os tesouros dos tsares russo além do Armorial do Kremlin?

Porém, os fantásticos museus moscovitas não se limitam ao Kremlin e à Praça Vermelha. A Galeria Estatal Tretiakov, principal repositório russo de arte nacional também é obrigatória, assim como o Museu Púchkin, na rua Volkhonka.

Mas não esqueça que as coleções desses museus são enormes, então a visita pode levar algumas horas.

Estações de metrô mais próximas: Kremlin e Praça Vermelha - Okhôtni Riad, Galeria Tretiakov - Tretiakovskaia; Museu Púchkin - Kropotkinskaya

3. Mate as horas nos parques de Moscou

Visitantes descansam no Parque Górki, provavelmente o espaço de lazer mais popular de Moscou.

Além do Zariadie, Moscou tem muito a oferecer para quem gosta de parques. Anos atrás, a prefeitura transformou o Parque Górki em um epsaço que atrai uma enorme quantidade de jovens, com instalações que vão desde um cinema ao ar livre e um museu de arte contemporânea, até esportes e pistas de dança - isso para não mencionar os zilhões de cafés e pufes coloridos e descolados distribuídos pelo local.

Geralmente lotado, o Parque Górki fica próximo a outros locais, mais serenos, como o Jardim Neskutchni Garden e o Vorobiôvi Góri, onde se pode passear em um silêncio delicioso ouvindo os sussurros da natureza russa. Outro lugar ótimo no centro, atravessando a rua em frente ao Parque Górki, é o Parque Muzeon, com sua enorme coleção de monumentos soviéticos retirados de circulação.

Prédio principal da Universidade Estadual de Moscou (MGU), um dos sete arranha-céus soviéticos conhecidos como

Para ter uma experiência ainda mais profunda de viagem ao passado, você pode visitar o parque VDNKh, no nordeste de Moscou, onde existem muitos pavilhões dedicados às ex-repúblicas soviéticas, assim como às realizações científicas da URSS.

Se o passado soviético não é sua praia, então rume a Tsaritsino, uma propriedade real sensacional construída por Catarina, a Grande, no século 18, ou a Kolomenskoie, uma residência de madeira dos tsares que data dos séculos 16 e 17.

Estações de metrô mais próximas: Parque Górki, Muzeon, Jardim Neskutchni - estações Park Kulturi e Oktiábrskaya; Vorobiôvi góri - estação Vorobiôvi Góri; parque VDNKh, propriedadesTsaritsino e Kolomenskoie, estações de nomes respectivamente idênticos.

4. Desfrute de uma vista das alturas

Ter a chance de ver esta cidade de 12 milhões de habitantes com vista panorâmica é certamente uma experiência inesquecível, principalmente quando o clima está bom.

Há diversos pontos em Moscou onde é possível fazer isso. Em primeiro lugar, há a Torre de TV de Ostankino - um edifício visível por toda parte e que se parece com uma agulha no nordeste moscovita. Para saber mais sobre a torre de observação, clique aqui.

O Moscow City também tem dois arranha-céus com plataformas de visualização panorâmica no 57° e no 58° andar.

Vista de Moscou da Torre Leste da Federação, no centro do distrito empresarial Moscow City.

Por último, mas não menos importante, um clássico absoluto é espaço de observação de Vorobiôvi Góri, onde todo o centro de Moscou fica ao dispor de sua vista - incluindo três das "Sete Irmãs" de Stálin, o Lujniki e o Moscow City. Quase todo mundo que visita Moscou pela primeira vez aparece por aqui.

Estação de metrô mais próximas: da Torre Ostankino - estação VDNKh; do Moscow City - estações Vistavotchnaia, Mejdunaródnaia, Delovôi Tsentr; do Vorobiôvi Góri - estação Vorobiôvi Góri.

5. Vá às entranhas da terra!

Há um lindo destino de Moscou que não pode ser visto a partir de uma plataforma de observação: o metrô moscovita. Mais que um meio de transporte, suas muitas estações, especialmente no centro, parecem palácios e estão listadas como parte do patrimônio cultural nacional.

Assim, enquanto estiver correndo de um lugar para o outro, tente parar e aproveitar a beleza ao seu redor. Você pode assistir aqui a um vídeo sobre esta joia da arquitetura da cidade.

…e isso é só o começo!

Seria preciso escrever uma verdadeira Bíblia para descrever todos os lugares fantásticos que o turista deveria conferir em Moscou.

A maior cidade da Rússia tem tudo: de igrejas graciosas e edifícios de vanguarda que incorporam um espírito arquitetônico maravilhoso, a inúmeros restaurantes e bares para descansar e curtir depois de explorar toda essa beleza. Boa viagem!

 

Já visitou Moscou antes? Então confira as 10 coisas para morrer de saudades (ou não) se você esteve em Moscou há dez anos.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies