Mausoléu da discórdia

Foto: Lori/ Legion Media

Foto: Lori/ Legion Media

De acordo com resultados de pesquisa do Fundo de Opinião Pública divulgada na semana passada, 56% dos russos acha que o corpo do líder do proletariado mundial Vladímir Lênin deve ser enterrado

Um relatório do instituto russo FOM (Fundo de Opinião Pública) informou na semana que no decorrer dos últimos seis anos aumentou em 10% o número de pessoas que acham que o corpo de Lênin deve ser enterrado. Desde agosto de 1999, caiu para 28% o número de respondentes que defende que ocorpo de de Lênin deve permanecer no mausoléu da Praça Vermelha.



De acordo com os resultados da pesquisa,realizada às vésperas do aniversário do líder revolucionário, em 22 de abril, 60% dos russos consideram a data como "importante", enquanto 32% dos entrevistados discordam dessa afirmação. O número cresce constantemente desde 2004, quando apenas 26% davam importância ao jubileu de Lênin.



Mais de metade dos entrevistados, 54% estão convencidos de que Lênin foi uma boa pessoa, e acreditam que ele teve um papel positivo na história da Rússia. Já outros 19% discordam da afirmação.



Ainda de acordo com os dados do FOM, 68% dos russos acreditam que não há necessidade de mudar os nomes das avenidas, praças e ruas que batizadas em homenagem ao líder revolucionário.



A pesquisa foi realizada entre 14 e 15 de abril de 2012, em 100 localidades de 43 unidades federais da Rússia, com mais de 1.500 respondentes.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.