Oladi fermentado, a panqueca russa com recheio secreto (RECEITA)

Victoria Drey
Esta receita se iniciou nos antigos fogões a lenha de aldeia russos, mas continua a ser a fórmula definitiva das tradicionais panquecas eslavas na cozinha moderna!

Entre todas as variações possíveis de panqueca, a oladi é, sem dúvida, minha favorita. Elas são mais parecidas com as panquecas americanas, mas muito mais grossas e fofas. Na maioria das vezes, opto por uma receita normal de oladi com kefir e bicarbonato de sódio, pois é o café da manhã mais rápido e saboroso. Mas, já que estamos quase na tradicional Semana da Panqueca Eslava, a Máslenitsa, por que não experimentamos as mais deliciosas oladi fermentadas com recheio de maçã?

Para os meus pais e até mesmo para os avós, as oladi fermentadas são o verdadeiro símbolo da infância: minha bisavó costumava fazê-las no tradicional fogão a lenha russo e servir com riajenka (kefir queimado) feito em casa.

Hoje em dia, a oladi fermentada, infelizmente não é tão difundida por causa de sua técnica de cozimento um pouco mais complicada. Portanto, encontrar a autêntica oladi fermentada para vender por aí é uma grande sorte.

O que eu mais gosto ao usar fermento em vez de bicarbonato de sódio é o fato de que o primeiro sempre dá à oladi um sabor mais rico, sem misturas. Sem falar que o fermento também torna as panquecas mais fofas - embora leve mais tempo para cozinhar, já que é necessário cerca de uma hora para fermentar a massa.

Outra coisa importante sobre esta receita em particular é o recheio. Esta receita leva o recheio direto na massa. Frutas frescas ou secas picadas, frutas vermelhas ou mesmo recheios saborosos como presunto, queijo ou cogumelos... Escolha qualquer recheio que você desejar!

Ingredientes:

250 ml de leite;

250 g de farinha;

1 ovo;

5 g de fermento;

2 colheres de sopa de açúcar;

1 pitada de sal;

1 maçã;

Óleo vegetal para fritar.

Modo de preparo:

  1. Comece fazendo a “opara” - a chamada “pré-massa” para a oladi com fermento. Em uma tigela grande misture leite morno (nunca quente!), açúcar, fermento e cerca de 1/3 da farinha. Bata até ficar homogêneo.

  1. Deixe a mistura repousar em um canto aquecido por 20 minutos até que borbulhe e aumente de tamanho. Isso significa que o fermento está funcionando bem e a pré-massa está pronta.
  1. Enquanto isso, prepare o recheio: descasque e retire os caroços da maçã e corte-a em cubos bem pequenos.
  1. Volte à massa. Adicione um ovo e uma pitada de sal na pré-massa. Misture bem. Se você preferir uma panqueca mais adocicada, fique à vontade para adicionar outra colher de sopa de açúcar neste momento. Em seguida, adicione a farinha restante (pode ser necessário um pouco menos ou mais, dependendo da farinha que usar, por isso recomendo não adicionar tudo de uma vez). A consistência certa para a massa é pegajosa, pastosa e bastante espessa, e não firme.
  1. Por fim, adicione a maçã picada e misture delicadamente com uma espátula.
  1. Cubra a massa com filme plástico e deixe fermentar por 40 a 60 minutos.
  1. Quando a massa estiver pronta, prepare uma frigideira com óleo vegetal e pré-aqueça em fogo médio. Despeje uma colher de sopa cheia de massa na panela para cada panqueca e frite por 2 a 3 minutos de ambos os lados até que as oladi fiquem douradas na parte superior e totalmente assadas ​​por dentro.
  1. Repita o processo até a massa acabar, adicionando mais uma colher de sopa de óleo para cada vez que for fritar.
  1. Sirva a oladi de maçã quente com sua cobertura favorita. Eu gosto de smetana (creme de leite azedo ou sour cream) ou leite condensado. Priátnogo appetíta!

LEIA TAMBÉM: Bolo de fígado, um prato muito mais delicioso do que você pensa!

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies