Bolo ‘Noitinha’, a receita favorita das bábuchkas russas (RECEITA)

Iúlia Mulino
Uma sobremesa deliciosa com gostinho de era soviética!

Como fazer um pão de ló preto sem toneladas de chocolate? Os soviéticos usavam os ingredientes mais básicos e com isso faziam um bolo simplesmente espetacular!

Eu tinha certeza que o "Nôtchka" (em português, “noitinha”) era uma receita exclusiva da minha família até compartilhar uma foto dele no Instagram. Acontece que o bolo era bastante popular entre meus amigos de Moscou. E por que isso? Simplesmente porque todos os ingredientes são muito fáceis de medir com uma xícara, são simples e o resultado é delicioso.

Na verdade, existe um bolo de chocolate de mesmo nome nos livros de receitas soviéticos, mas ele é feito com sobras de biscoitos e um creme bastante gordo, o Charlotte, e tem pouco a ver com a minha receita de família.

Descobri por meio de minha mãe que nosso bolo “Noitinha” estava no mercado desde o início dos anos 1990. Durante a Perestroika, era um grande desafio comprar tortas e outros doces de padaria fora. As donas de casa tinham, portanto, que criar sobremesas usando os ingredientes que estavam disponíveis e que fossem baratos.

Geleia caseira e kefir são os principais ingredientes do “Noitinha” e estão sempre disponíveis na casa das bábuchkas (as avós russas). Acrescente a eles ovos, farinha, açúcar e creme de leite e voilà: você terá um bolo maravilhoso. Cada vez que eu visitava meus avós, sabia o que comeria este bolo no chá.

A razão de o bolo se chamar “Noitinha” é explicada por sua cor. Na maioria das vezes a geleia usada é de groselha preta, que dá cor à massa. Eu costumo acrescentar um pouco de cacau para realçar o sabor.

Minha avó costumava fazer o “Noitinha” de forma simples, só com uma camada, e enfeitava com “smetana” (creme de leite azedo ou “sour cream”) por cima — para mim, aquele enfeite era o luar. Resolvi desenvolver esse tema da “noite” e usei pêssegos enlatados cortados na metade para decorar e criar uma lua — foi uma ótima ideia para impressionar meus filhos!

Aliás, pêssego cortados na metade enlatados estavam entre as poucas frutas disponíveis o ano todo naquela época, independentemente da estação. Eles eram utilizados como um ingrediente secreto — na verdade, mais especificamente, o segredo estava na calda, que era usada para embeber o bolo, assim como o recheio e a decoração.

Ao fazer o “Noitinha”, gosto de acrescentar raspas de laranja ao creme, mas também pode-se experimentar adicionar nozes ou outras frutas.

Ingredientes:

Massa:

1 forma de 18 cm;

1 xícara (200 g) de kefir;

1 xícara (250 g)de frutas em calda;

2 xícaras (280 g) de farinha;

1/2 xícara (85 g) de açúcar;

2 ovos;

1/2 colher de chá de soda;

1/2 colher de cháde sal;

1 colher de sopade cacau;

Extrato de baunilha.

Creme:

400 gde smetana (creme de leite azedoa 30% de gordura ou “sour cream”);

50 gde açúcar de confeiteiro;

20 g de raspas de laranja(opcional).

Xarope:

Xarope de metades de pêssego em lata;

2 colheres de sopa de conhaque(opcional).

Modo de preparo:

1. Comece preparando o creme para o bolo. Misture o creme de leite azedo e o açúcar de confeiteiro. Coloque em um saco de confeitar.

2. Coloque a mistura na geladeira e deixe ali durante todo o tempo em que estiver preparando o bolo; o creme de leite não deve ser manipulado nesse período.

3. Adicione a soda ao kefir em uma tigela funda — é muito importante que ela seja funda pois haverá uma reação que a fará crescer. A massa vai borbulhar e dobrar de tamanho.

4. Bata os ovos com o açúcar até que a massa dobre e fique clara.

5. Adicione o kefir, a farinha, o sal, o cacau, a baunilha e bata novamente com a batedeira.

6. Prepare a forma do bolo, colocando papel manteiga no fundo. Não unte as paredes da forma, pois a massa vai subir um pouco, grudando nelas.

7. Asse o bolo por cerca de uma hora. Ele vai crescer e ficar rachado na parte de cima.

8. Deixe esfriar por 30 minutos até ficar morno. Cubra o bolo com filme plástico e deixe assim até esfriar completamente.

9. Corte a parte superior para obter um bolo plano.

10. Corte o bolo em duas camadas.

11. Umedeça cada uma com o xarope de pêssego e oconhaque.

12. Aplique o creme uniformemente na primeira camada.

13. A parte superior do bolo pode ser decorada com o creme, pêssegos e nozes. É recomendável mantê-lo na geladeira por um tempo, mas você pode também comê-lo imediatamente.

Priátnogo appetíta!

LEIA TAMBÉM: Barrinhas de ricota cobertas de chocolate, uma receita deliciosamente saudável

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies