Pão de mel russo para decorar a árvore de Natal (RECEITA)

Victoria Drey
O priánik pode ser um dos doces eslavos mais característicos devido a sua massa de mel “fervida”. Então, aproveite as festas e desfrute desta delícia sem culpa!

Na cozinha eslava, o priánik é conhecido desde o século 9: naquela época, ele era chamado simplesmente de "pão de mel" e feito com uma mistura de farinha de centeio, mel e suco de bagas. Mais tarde, especiarias como pimenta preta, hortelã, canela, cravo, anis e baunilha entraram na receita, já que chegavam aos países eslavos a partir da Índia e do Oriente Médio.

Desde então, o priániki ganhou seu nome tradicional, que deriva da palavra russa "пряный" (priani) - e significa, literalmente, "apimentado" ou "picante".

Originalmente, o priánik era considerado um doce de festas, já que os ingredientes principais - mel e especiarias - eram bastante caros e as pessoas só podiam pagar por eles em ocasiões especiais.

O priánik também era uma prenda popular: as pessoas presenteavam umas as outras com essa delícia em todos os feriados possíveis, entre eles, casamentos, dias dos seus nomes, Natal... Mais tarde, ele passou a ser usado até como enfeite de Natal nas árvores.

Há quem chame o priánik russo de “pão de gengibre”, mas isso não é correto: o priánik russo geralmente é feito sem gengibre, assim como sem qualquer especiaria.

O ingrediente mais importante é um mel de boa qualidade, que lhe rende tanto sabor que, na verdade, não há necessidade de adicionar nenhuma outra especiaria. O sabor do priániki, assim, depende inteiramente do mel usado: você pode usar mel de flores silvestres, de trigo sarraceno, mel branco ou qualquer outro tipo de mel, e toda vez que trocar de mel, terá um tipo diferente de priániki. O meu priánik favorito é feito com mel de trigo sarraceno!

Ingredientes para a massa:

240 g de farinha de trigo;

50 g de açúcar;

80 g de mel;

50 g de manteiga;

1 ovo;

30 ml de água;

¼ colher de chá de bicarbonato de sódio;

¼ colher de chá de sal;

Especiarias moídas (opcional).

Ingredientes para o glacê:

3 colheres de sopa de açúcar em pó;

3 colheres de sopa de água quente.

Modo de preparo:

1. Em uma tigela, coloque o mel, o açúcar, a manteiga e a água. Misture os ingredientes e coloque em banho-maria, mexendo sem parar por cerca de 3 minutos, até que a mistura esteja morna e macia.

2. Na verdade, pode-se cozinhá-lo sem o banho-maria e preparar a massa direto em uma panela, mas eu prefiro o método banho-maria para não ferver a mistura, caso contrário o mel perde o sabor.

3. Retire do fogo e adicione temperos para o pão de mel que você tiver à mão - sempre uso uma mistura de noz-moscada, canela, cravo e cardamomo. Misture novamente, peneire metade da farinha com bicarbonato de sódio e sal e, usando uma colher de pau, misture até ficar homogêneo. Nesse ponto, você deve obter uma consistência líquida.

4. Deixe a massa descansar e esfriar até chegar à temperatura ambiente - ela ficará muito mais grossa e parecendo uma massa de verdade. Então, acrescente um ovo e mexa até ficar homogêneo. Nesse ponto, fique à vontade para usar uma batedeira se não conseguir mexer a massa com uma colher de pau.

5. Agora comece a adicionar a colher de farinha restante, colher a colher. Quando ficar difícil misturar a massa com a colher de pau, coloque-a em uma superfície generosamente polvilhada com farinha e continue a amassar com as mãos.

6. Você deve obter uma massa grossa, levemente pegajosa, mas ainda elástica e macia - e saborosa. A massa adequada deve ter consistência comum de massa. Tente não sobrecarregá-la com farinha para que o priániki fique macio. Cubra a massa com filme plástico e deixe na geladeira por pelo menos uma hora - será melhor ainda se ela puder passar a noite ali, se você tiver tempo.

7. Em seguida, divida a massa em 10 a 12 pedaços, faça bolas ou basicamente qualquer forma que desejar com elas. Coloque em uma assadeira coberta com papel manteiga, pressione levemente as bolas de massa e asse a 190 a 200 graus Celsius por cerca de 15 minutos.

8. Enquanto isso, prepare o glacê: misture o açúcar refinado com água até ficar homogêneo. Retire o priániki pronto do forno e cubra com glacê enquanto ele ainda estive quente. A propósito, meu priániki acabou ficando bastante quebradiço em cima porque eu adicionei um pouco mais do que devia de bicarbonato de sódio à massa. Portanto, quanto menos bicarbonato de sódio você adicionar, mais lisa será a superfície do priániki.

9. Deixe o priánik esfriar completamente e priátnogo appetíta!

LEIA TAMBÉM: Natal russo (ou “Como os bolcheviques bagunçaram o feriado”)

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies