Química russa ganha fama produzindo tortas ‘científicas’ em Yale; veja fotos

Não é muito comum criar tortas com figuras geométricas ou elementos da Tabela Periódica, mas ‘convencional’ não é palavra para Elvira Sayfutyarova. E assim a pesquisadora diz relaxar após horas do dia em frente ao laptop.

“A ciência é minha paixão e cozinhar é meu hobby; ambas as coisas são partes essenciais da minha vida”, afirma Elvira Sayfutyarova.

Torta Pipara celebrar o dia do número antes de ir para o forno

Quando mais jovem, Elvira tinha muito interesse em ciências exatas; por isso, sua escolha pela Faculdade de Química na Universidade Estatal Lomonossov de Moscou não foi por acaso.

Torta com elementos da Tabela Periódica no topo

Depois dos estudos em Moscou e alguns trabalhos fora da academia, ela fez um PhD em Química Teórica e Computacional em Princeton em 2017. Atualmente, é pesquisadora de pós-doutorado na Universidade de Yale e planeja se candidatar a uma vaga docente em um futuro próximo.

Mas nada disso não a impede de assar tortas. Elvira, nascida em Diurtiuli, uma pequena cidade na República de Bachquíria (1.150 km a oeste de Moscou), começou a cozinhar quando tinha apenas nove anos de idade.

Para o dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, Elvira não quis colocar no bolo flores ou outros símbolos estereotipados tradicionalmente associados às mulheres; em vez disso, usou algo que todas as mulheres têm em comum – os cromossomos XX

Hoje em dia, a russa cozinha de tudo – de sopas fáceis a sobremesas complicadas e massa de pão. Além disso, prepara pratos internacionais e culinária russa – que seu marido americano adora; e surpreende seus colegas de Yale com especialidades tártaras, como uchpotchmacks, tradicional massa de carne em forma de triângulo.

Pão de alho com pesto

Seus seguidores no Instagram podem curtir vários tipos de torta. Uma das técnicas mais atraentes usadas por ela para decorar é fazer uma treliça no topo. “Como gosto de me entreter com desafios e tarefas desafiadoras, quis testar padrões de treliça mais complexos – encontrei inspiração em estampas de tecidos e livros de tricô”, conta.

Torta de ruibarbo

Para dar mais contraste às suas tortas com treliça, Elvira começou a colorir a massa. Para isso, usa farinha de beterraba e mirtilo, pó cacau e chá verde, mas, às vezes, ela recorre a suco de espinafre ou beterraba para obter o mesmo resultado.

Torta de maça e canela com treliça de chá verde no topo

“Sempre preparo minha massa a partir do zero – isso me dá oportunidade de controlar a lista de ingredientes”, diz Elvira. “Por exemplo, posso acrescentar trigo integral em vez de farinha de trigo, ou adicionar menos açúcar, optando por um recheio naturalmente doce para as minhas tortas usando apenas frutas.”

Torta porco-espinho com maçãs caramelizadas

Atualmente, produzir tortas decoradas é um hobby para Elvira, uma maneira de relaxar. “Algumas pessoas assistem a filmes depois do trabalho; eu asso tortas. Como meu trabalho envolve programação e outras atividades com meu laptop, prefiro relaxar cozinhando, fazendo caminhadas ou praticando esportes”, diz.

Não é à toa que algumas tortas de Elvira são inspiradas pela natureza – com esquilos, corujas e outros animais. Esse fascínio pode ser provavelmente explicado pela infância em uma área rural, onde ajudava a mãe com jardinagem e a avó com o gado.

Torta de cranberry com esquilo e nozes

“Costumo usar a massa da torta da mesma forma que as crianças usam massa de modelar ao criar figuras pequenas, e não uso utensílios sofisticados, apenas minhas mãos e facas pequenas.”

Torta de mirtilo com imagem da Praça Vermelha de Moscou

VEJA TAMBÉM: 10 pratos que compõem a dieta do Exército russo 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies