7 pratos russos com ervilha que todo vegano deveria conhecer

Legion Media
Esses vegetais são bons não só para sopa e purê. As receitas russas do século 17 com ervilha oferecem ao paladar vegano contemporâneo uma grande variedade de sabores.

Na Rus Kievana, as ervilhas eram usadas em todas as suas formas: cruas, cozidas, vagens, secas e endurecidas e etc. O uso de ervilhas na culinária russa é mencionado em documentos que datam do século 12. Em particular, uma receita para kutia (prato cerimonial de cereais consumido como refeição fúnebre) sugere acrescentar ervilhas e feijão ao trigo cozido.

Além disso, o Domostroi da década de 1650, o principal documento que regulamentou a vida familiar russa durante séculos, contém uma receita de macarrão de farinha de ervilha chamada “massa russa”.

Havia, inclusive, um feriado dedicado às ervilhas, que era tradicionalmente comemorado em meados de agosto – na mesma época que a Festa da Maçã do Salvador. Desse dia em diante, as ervilhas podiam ser colhidas e consumidas. Esses vegetais estavam associados à prosperidade econômica e ao bem-estar familiar. Depois da cerimônia, os recém-casados ​​eram recebidos com uma chuva de ervilha na entrada de casa, o que deveria trazer-lhes riqueza e muitos descendentes.

VEJA TAMBÉM: 6 perguntas sobre vegetarianismo na Rússia 

Confira abaixo uma lista de pratos cujos efeitos sobre fertilidade e fortuna ainda precisam ser estudados, mas certamente alegrarão o dia de qualquer vegano.

Purê de ervilha com legumes

Para melhor resultado, deixe as ervilhas de molho da noite para o dia. Na manhã seguinte, despeje 500 a 600 ml de água sobre as ervilhas e leve à fervura por 1,5 hora. Em seguida, pique cenouras, cebolas e nabo, e acrescente todos às ervilhas cozidas. Quando as ervilhas e os legumes estiverem bem moles, passe-os por um espremedor, adicione sal e pimenta a gosto e esprema novamente. Coloque essa mistura em formas untadas com azeite, e desenforme sobre um prato. Polvilhe com cebolinha.

Ervilhas com croutons

As ervilhas devem ser fervidas até ficarem cozidas (1,5 a 3 horas em panela comum, mas 30 minutos na panela de pressão), depois peneiradas e colocadas sobre um prato. Adicione cebolas fritas ou ervas frescas, sal e pimenta e finalize com croutons.

Ervilhas com ervas

Você precisará de ervilhas verdes direto da vagem. Se estiverem duras e secas, podem ser levemente cozidas por 5 minutos, mas não fervidas. Em seguida, as ervilhas são fritas em óleo vegetal com cebolas picadas, salsinha, endro e outras ervas. Por fim, uma pitada de sal e pimenta é adicionada juntamente com 250 ml de leite de soja, arroz, amêndoa, ou qualquer outro de sua preferência. Leve à fervura.

Kissel (kissiêl) de ervilha

Muitos estrangeiros já ouviram falar de kissel (um tipo suco de frutas espesso) feito de frutas silvestres. Preparado com ervilhas, o prato mais parece uma geleia. Bata 1 xícara de ervilhas não cozidas no liquidificador, transformando-as em farinha, e dilua com uma pequena quantidade de água até que não permaneçam pedaços. Coloque a massa de ervilha em meio litro de água morna e cozinhe por 20 minutos em fogo baixo, mexendo ocasionalmente. No final, acrescente sal, coloque o kissel em pequenas formas e deixe endurecer. Separadamente, descasque uma cebola, corte em anéis finos e frite-os até dourar. Para que se desprendam facilmente, mergulhe os copos em água quente por alguns segundos. Decore com anéis de cebola no topo.

Macarrão de ervilha

Na Rússia, macarrão de ervilha era feito da seguinte forma: coloque 400 a 500 g de farinha de ervilha (se não houver nenhuma pronta, moa as ervilhas no liquidificador) em uma panela. Acrescente 2 a 3 ovos, sal a gosto e 100 a 150 ml de leite ou água fria; em seguida, sove a massa. Durante o período de jejum, a massa para macarrão era feita com farinha, água gelada e 1 colher de sopa de óleo vegetal. De qualquer maneira, o passo seguinte é abrir a massa e cortá-la em tiras usando uma faca afiada.

Panquecas de ervilha

Essas panquecas incomuns são tão fáceis de preparar como as versões de farinha de trigo, mas têm um sabor adocicado. Use farinha de ervilha ou moa as ervilhas não cozidas no liquidificador. Misture 1 ovo com 1 colher de chá de açúcar e uma pitada de sal. Despeje gradualmente 150 g de farinha de ervilha, adicione 200 ml de água e misture até que se torne uma massa uniforme. Essas panquecas devem ser preparadas como de costume, em uma frigideira aquecida com azeite ou óleo vegetal.

Pirojki de ervilha

Esses salgados lembram pão de batata, mas são ainda mais saborosos. Para fazer o recheio, deixe 1 xícara de ervilhas de molho na noite anterior, e depois leve à fervura até ficarem macias; drenar a água restante. Frite 1 cebola picadinha em óleo vegetal e adicione às ervilhas. Acrescente sal e misture; se necessário, passe pelo liquidificador.

A massa leva várias horas para ficar pronta. Despeje 250 ml de água morna em uma tigela e dissolva 2 colheres de chá de açúcar e fermento (10 g). Acrescente um copo de farinha peneirada e continue misturando. Cubra com um pano de prato e deixe em um lugar quente por meia hora. Quando a massa crescer, adicione meia colher de sopa de sal e 4 colheres de sopa de óleo vegetal, 3 xícaras de farinha peneirada e sove a massa. Faça uma bola com a massa sovada. Coloque de volta na tigela, cubra novamente com um pano de prato e deixe em um lugar quente por meia hora. Corte a massa em pequenos pedaços, abra essas massinhas, recheie o interior e feche as laterais. Espalhe-os sobre uma tábua polvilhada com farinha e reserve por 20 minutos. Por fim, frite os salgados em óleo vegetal.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies