Caviar vegetariano, uma iguaria promovida pela mulher de Khruschov

Daria Sokolova
Se você achou que o caviar viesse apenas das ovas negras de peixes, se enganou redondamente. Na Rússia, ele pode ser feito com abobrinha e berinjela. Aprenda a receita!

Tente imaginar uma mesa russa nas festas de final de ano sem caviar... É quase impossível! Mas o caviar negro e as ovas estavam em falta durante a União Soviética que hoje, e então foi criado um “caviar” alternativo, vendido nas lojas locais.

O caviar vegetariano russo-soviético é feito, normalmente, com abobrinhas ou berinjelas.

Como ele é?

O caviar vegetariano russo parece um pouco com um guisado. Mas, na Rússia, a palavra usada para “caviar”, “ikrá”, tem o mesmo radical de “cortar”, “kroit”, e da palavra “limite”, “krai”, que nomearam o modo de preparar o prato.

Para conseguir ovas de salmão, é preciso cortar o peixe, e o mesmo ocorre com os vegetais usados no “caviar vegetariano”. Tendo isto em mente, os dicionários russos definem caviar da seguinte maneira: “prato feito de vegetais cortados finos, cogumelos e plantas”.

O “caviar de cogumelos”, por exemplo, é feito há séculos na Rússia, enquanto os de berinjelas e abobrinhas foram super populares durante a União Soviética.

Para muitos russos, o caviar vegetariano enlatado tem um gostinho de infância, e muita gente preferia esses aos feitos por suas mães.

Muita comida vinha enlatada e em conserva na Rússia, principalmente durante o inverno, em um processo necessário para que as verduras pudessem ser ingeridas também durante a estação.

Nina Khruschova, garota-propaganda

A produção de caviar de abobrinha enlatado começou na década de 1930. Mas o descuido com a produção de uma fábrica causou uma onda de botulismo em 1933 em Dnepropetrovsk (hoje, no território da Ucrânia), matando 200 pessoas.

Anos após o incidente, o caviar vegetariano enlatado não era considerado seguro para consumo, até que entrou para o menu da primeira-dama soviética.

Nina Khruschov, que estava acima do peso, tentava fazer dieta, segundo historiadores russos. Assim, comia muita verdura, inclusive caviar de abobrinha.

Seu marido estava, ao que parece, tão inspirado pelo prato que mandou construir uma das maiores fábricas de enlatar modernas do país, e o caviar de abobrinha voltou às mesas soviéticas.

A abobrinha tem muitas fibras, mesmo após cozida, e não tem muitas calorias, por isso é muito saudável.

Ivã, o Terrível, e o caviar de berinjela

Além da abobrinha, a União Soviética tinha caviar de berinjela. A verdura era produzida apenas no sul do país e, por isso, considerada incomum.

O caviar de berinjela nunca faltou na URSS, mas só ganhou popularidade após o filme cult “Ivan Vassilievitch Troca de Profissão”, de 1973, de Leonid Gaidai.

O diretor lendário retratou no filme o caviar de berinjela como uma iguaria rara de além-mar que merecia lugar proeminente nos banquetes do tsar.

A cena com caviar de berinjela do filme tornou-se tão popular nos tempos soviéticos (e depois deles), que muitos russos ainda se referem ao caviar de berinjela como algo que vem de “além-mar”.

Após o filme de Gaidai, também virou moda comer esse prato em jantares festivos.

Caviar de abobrinha

Ingredientes:

2 abobrinhas

1 cenoura

1 dente de alho

2 colheres de sopa de pasta de tomate

Sal e pimenta a gosto

Modo de fazer

- Corte as abobrinhas em cubos pequenos (você pode descascá-las se quiser). Corte a cenoura em fatias finas.

- Coloque as abobrinhas e as cenouras juntas em uma panela, adicione um copo de água, cubra e ferva em fogo brando.

- Quando as verduras estiverem macias, acrescente a pasta de tomate e um pouco de óleo e sal. Mexa. Retire a tampa e ferva até a água evaporar.

- Quando o prato estiver quase pronto, acrescente o alho amassado.

- Sirva frio ou morno.

Caviar de berinjela

Ingredientes:

2 berinjelas

1 cenoura

1 pimentão

1 cebola

2 colheres de sopa de pasta de tomate

1 dente de alho

Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

- Descasque as berinjelas e as corte em cubos. Salgue e deixe descansar um pouco. Frite-as em óleo até estarem macias.

- Corte a cenoura e a cebola em cubos e frite em óleo em outra panela até estarem macias. Acrescente o pimentão fatiado e cozinhe por mais cinco minutos. Acrescente a pasta de tomate e cozinhe por cinco a sete minutos.

- Quando as berinjelas estiverem prontas, acrescente-as à mistura de cenoura, cebola e pimentão. Acrescente alho e sal, cubra a panela e ferva por mais cinco minutos.

- Sirva frio ou morno.

Priátnogo appetita!

Quer saber mais sobre a culinária russa? Leia “Como a União Soviética socializou a culinária”.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies