O xadrez era mesmo amado por toda a Rússia como mostra ‘O Gambito da Rainha’?

Apesar de alguns estereótipos terríveis sobre os russos, a nova série da Netflix "O Gambito da Rainha" não exagerou em nada quanto à genialidade dos soviéticos no xadrez. Tanto na Rússia tsarista, como na União Soviética, este era o passatempo mais amado do país!

Década de 1890. Jogo de xadrez na mansão do duque Trubetskoi, em Menchovo (65 km a sul de Moscou). A mansão, de propriedade de uma das mais proeminentes famílias da pequena nobreza russa, foi destruída após a revolução bolchevique de 1917.

1914-1918. Homens jogam uma partida de xadrez em uma casa de campo de madeira.

Noite do clube de xadrez em 1937 na Casa dos Metalúrgicos, 1.700 quilômetros a sudeste de Moscou.

1963-1964. Moscou. Estudantes jogam xadrez “de bolso” entre as aulas.

  1. Região de Sacalina, Extremo Oriente Russo. Marinheiros descansam enquanto jogam xadrez em um de deus raros dias de folga.
  1. Jogo de xadrez a céu aberto no balneário de Mainaki, em Ievpatoria, na Crimeia.
  1. Mulher analisa jogo de xadrez em programa de TV.
  1. O mestre Anatóli Karpov olha a mesa de xadrez de Lev Tolstói na mansão do escritor, em Iásnaia Poliana, 200 quilômetros a sul de Moscou.
  1. Passageiros a bordo de cruzeiro de Leningrado (hoje, São Petersburgo) a Nova York descansam jogando xadrez no deque.
  1. Fazenda coletiva em região que hoje pertence ao Turcomenistão. O camponês Khidir Orusov senta-se ao tabuleiro durante torneio local de xadrez.
  1. Soldados do exército soviético jogam xadrez em seu campo na província de Nangarhar durante o período da guerra entre URSS e o Afeganistão.
  1. Jovens participantes de festival de xadrez a céu aberto em Moscou.
  1. Paciente da Clínica de Doenças Infecciosas N° 2, em Moscou, e seu tabuleiro.

Como Stálin usava esportes para propagar ideologia? Descubra aqui!

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies